16/09/2019 às 12h40min - Atualizada em 16/09/2019 às 18h45min

Para melhorar fluxo de veículos motoristas sugerem retirada dos semáforos de Leopoldina

Segundo eles, esse tipo de sinal é uma das causas de retenção do trânsito de vias de movimento médio numa cidade pequena como a nossa.

Luiz Otávio Meneghite (*)
Retenção de trânsito junto ao semáforo na Praça General Ozório (Foto João Gabriel B. Meneghite)
Alguns motoristas profissionais que atuam no centro de Leopoldina abordam o repórter para sugerir uma matéria sobre a desnecessidade dos semáforos em Leopoldina que, segundo eles, é uma das causas de retenção no trânsito em alguns pontos da cidade. Eles citam os semáforos instalados nas interseções das praças General Ozório, João XXIII e Félix Martins e os instalados no cruzamento da avenida Getúlio Vargas, 27 de Abril e Farmacêutico Durval Bastos além dos instalados no encontro das vias Presidente Carlos Luz, João XXIII e  Acácio Serpa como os causadores das retenções no fluxo de veículos tornando o trânsito Caótico em Leopoldina. Um dos profissionais dá a idéia de que apenas a sinalização amarela piscando como alerta da existência da interseção, seria o suficiente.



Faltam faixas de pedestres em muito pontos necessários. 
(Foto: João Gabriel Baía Meneghite-Arquivo)


A manutenção contínua é uma das sugestões de motoristas e pedestres


A sugestão do pedestre

Um pedestre que ouviu a proposta dos motoristas acrescenta que o sinal vermelho não é obedecido em nenhum dos pontos mencionados, principalmente por motociclistas, que quando a contagem regressiva para chegar ao sinal verde ainda está no número 3, por exemplo, o condutor da moto já vai longe. Para ele, a manutenção contínua das faixas de pedestres auxiliaria muito, uma vez que a cortesia no trânsito está crescendo a cada dia e aproveita para criticar a existência de faixas de travessias onde não são necessárias e a sua falta onde o movimento de pedestres é intenso como nas proximidades  do Posto V8. Ali perto ele cita como exemplo a existência de um ponto de ônibus na avenida Getúlio Vargas, localizado no lado oposto de uma lotérica onde os acidentes não ocorrem diariamente por Graça de Deus.


 Outra sugestão já passou pela Câmara de Vereadores


Trecho da rua Ribeiro Junqueira próximo ao presídio (Foto: João Gabriel Baía Meneghite-Arquivo)


Outra sugestão dos motoristas já foi aprovada por unanimidade na Câmara Municipal de Leopoldina, para que a rua Ribeiro Junqueira volte a ter permitido o sentido de direção para o Bairro Bela Vista. Além disso, é sugerido também aumentar o espaço para conversão da referida rua no sentido Bairro Pirineus/Bela Vista. Atualmente, a Rua Ribeiro Junqueira somente tem permitido o trânsito no sentido Bairro Bela Vista em direção ao centro. Os motoristas que utilizam  o Bairro Pirineus como fuga do centro pelas ruas Gustavo Monteiro de Castro e Cipriano Pereira Baia com destino à região do grande  Bela Vista são obrigados a irem até o centro da cidade para depois convergirem pela Olivier Fajardo em direção ao Bela Vista, São Cristóvão e adjacências, o que aumenta o tempo do deslocamento e, conseqüentemente o preço da corrida. Quanto menor o número de veículos circulando pelo centro melhora o fluxo nas ruas centrais, observa um dos profissionais ao repórter.



Ruas do centro de Leopoldina estão sobrecarregadas (Foto: Luciano Baía Meneghite/Arquivo)

A função do semáforo

Segundo a Wikipédia, o semáforo, mais conhecido popularmente como farol ou sinal luminoso é um instrumento utilizado com o objetivo de controlar o tráfego de veículos e pessoas nas grandes cidades em quase todo o mundo. Utiliza uma linguagem simples e, por isso, de fácil assimilação. É composto geralmente por três círculos de luzes coloridas. O controle semafórico permite alternar o direito de passagem na zona de conflito de uma interseção. O cálculo dos tempos no controle é gerado a partir das limitações físicas das vias que se interceptam e dos tempos perdidos no controle. Tempos perdidos no controle são aqueles que efetivamente não são utilizados pelos veículos ou pedestres para cruzar a interseção, tal como os tempos de amarelo ou de vermelho de segurança (todos os grupos focais permanecem indicando a cor vermelha), por exemplo.

(*) Fontes> Arquivo do Jornal Leopoldinense, Wikipédia e Câmara Municipal de Leopoldina
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »