04/12/2019 às 16h50min - Atualizada em 04/12/2019 às 17h56min

Comissão Interinstitucional de Educação Ambiental de Minas Gerais Zona da Mata se reúne em Leopoldina

Reunião acontecerá no Bairro Fortaleza nesta semana nos dias dia 5 e 6 de dezembro com a participação da Minasvida, Superintendência Regional de Ensino e Prefeitura

Débora Valentim Duarte
A reunião da CIEA acontecerá no Bairro Fortaleza, nos dias 05 e 06 de dezembro de 2019, com a presença de vários representantes que atuam com educação ambiental em toda a região da Zona da Mata. O objetivo da reunião é a Composição das Instituições Membro e a Coordenação da CIEA MG ZM para o Triênio 2020/2022e Workshop das ações realizadas no ano de 2019. Em Leopoldina, a Minasvida, Superintendência Regional de Ensino e Prefeitura são membros efetivos da comissão.
 
Com o objetivo de promover o intercâmbio de informações, o debate de ideias e a formação de parcerias, foi viabilizada a implantação da Política de Educação Ambiental orientada para a descentralização e regionalização de ações, com elaboração de um programa, que criou a Comissão Interinstitucional de Educação Ambiental – CIEA, em atendimento a uma demanda do Ministério do Meio Ambiente no ano de 2003. O Programa CIEA proporciona diversos diálogos entre os vários setores da sociedade civil e efetiva implantação da Política Nacional de Educação Ambiental.
 
A CIEA se constituiu de  comissões colegiadas estaduais que tem como objetivo propor as diretrizes da Política e do Programa Estadual de educação Ambiental, além de coordenar interligar as atividades relacionadas à educação ambiental.
 
Nos anos de 2005 e 2006 foram criadas 07 CIEAs Regionais. Atualmente,apenas a CIEA Zona da Mata continua atuante com diversas ações, dentre elas a realização anual dos Fóruns de Educação Ambiental – ForEA, para discussão, debate e execução de ações práticas e efetivas em educação Ambiental.
 
Em Leopoldina, a Minasvida, Secretaria Regional de Educação e Prefeitura são membros efetivos na comissão. A Minasvida, representada por Débora Valentim Duarte Junqueira foi selecionada para participar, no âmbito da região sudeste, abrangendo os quatro estados – São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais, da formação de monitoramento de políticas públicas de educação ambiental para cidades Sustentáveis. Com esta participação, além da contribuição dada para a formação de indicadores, a Minasvida inseriu Leopoldina entre as cidades escolhidas para a realização de indicadores de educação ambiental. No dia 13 de novembro Débora Valentim Duarte esteve em Brasília, em umSeminário Nacional de Lançamento da PlataformaMonitoraEA: Sistema Brasileiro de Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas de Educação Ambiental na Transição para Sociedades Sustentáveis para o lançamento do livro de Indicadores de Educação Ambiental, sendo ela, Débora é uma das autoras deste processo.
 
No dia 11 de novembro, a Minasvida participou, representando também a região sudeste, em Brasília,no Auditório Flávio Terra Barth da Agência Nacional de Águas - ANA,do VI Encontro Formativo de Educação Ambiental para Gestão das Águas contribuindo para a implementação de estratégias de educação ambiental, dos instrumentos da Política Nacional de Recursos Hídricos.
 
A representante da Minasvida agradece os parceiros em Leopoldina neste processo, como: Secretaria Municipal de Educação, Secretaria Regional de Educação, ACIL, UEMG, Copasa (Coletivo Local), Secretaria de Meio Ambiente de Leopoldina e de Cataguases.
 
Débora Valentim Duarte, presidente da Minasvida, irá atuar com os indicadores em projetos de EA e também propor a sua utilização para análise das políticas públicas de EA na região da Zona da Mata Mineira. Os indicadores irão auxiliar na elaboração e execução de planos de ação na CIEA – Comissão Interestadual de Educação Ambiental, da qual faço parte. O objetivo será o de coletar dados e assim poder utiliza-los em nosso território.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »