10/01/2020 às 07h41min - Atualizada em 10/01/2020 às 07h41min

Municípios brasileiros podem inscrever boas práticas para a população idosa até esta sexta, 10 de janeiro

As experiências selecionadas vão receber uma certificação concedida pelo Departamento de Atenção ao Idoso do Ministério da Cidadania

Municípios brasileiros que têm investido em ações de qualidade de vida da população idosa têm até esta sexta-feira (10) para participar do mapeamento de boas práticas realizado pelo Departamento de Atenção ao Idoso do Ministério da Cidadania. Dezoito iniciativas exitosas serão selecionadas para compor um guia.

As experiências selecionadas vão receber uma certificação concedida pelo Departamento de Atenção ao Idoso do Ministério da Cidadania. Os coordenadores e técnicos envolvidos nas ações também serão convidados a apresentar os seus trabalhos em Brasília. O formulário está disponível no portal.

O material será distribuído em todo o país com o objetivo de motivar para o envelhecimento saudável. As experiências devem estar de acordo com as oito dimensões da Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa, referenciadas no Guia Global das Cidades Amigas das Pessoas Idosas da Organização Mundial de Saúde (OMS): ambiente físico, transporte e mobilidade urbana; moradia; participação; respeito e inclusão sócia; comunicação e informação; oportunidade de aprendizagem; e apoio, saúde e cuidado.

Dados do IBGE revelam que os idosos representam 15% da população brasileira. A projeção, daqui a 40 anos, é que um terço da população esteja com mais de 60 anos.

Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa

O objetivo da Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa é melhorar a convivência de pessoas com mais de 60 anos. A iniciativa busca ainda prevenir doenças crônicas, reduzir a vulnerabilidade e a desigualdade social. Além disso, a política pública combate ao abuso financeiro, psicológico ou físico e qualquer violência contra o idoso.

Fonte: Ministério da Cidadania
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »