13/01/2020 às 17h01min - Atualizada em 14/01/2020 às 17h36min

Sebrae disponibiliza dados sobre os municípios mineiros onde Leopoldina aparece com 52.224 habitantes

Site tem o objetivo de oferecer a empreendedores e gestores públicos subsídios para a tomada de decisões

Vista panorâmica de Leopoldina(João Gabriel Baia Meneghite)
O Sebrae Minas lançou o site Identidades Territoriais (www.inteligencia-sebraemg.com.br/), que reúne os principais dados territoriais, setoriais e socioeconômicos dos municípios mineiros. O objetivo é oferecer a empreendedores e gestores públicos subsídios para entender a realidade local, as potencialidades e oportunidades de atuação para estimular o desenvolvimento econômico.

Os materiais disponibilizados no site estão separados em quatro grupos: Identidades Setoriais, Dados Territoriais, ISDEL (Índice Sebrae de Desenvolvimento Econômico Local) e Dados Socioeconômicos. Pelos dados divulgados o município de Leopoldina aparece com 52.224 habitantes em 2019 com uma variação positiva em relação a 2010 quando o IBGE apontava 51.130 habitantes em Leopoldina.

A oscilação da população no município de Leopoldina segundo a divulgação é a seguinte: 2010=51.130 hab.; 2011=51.210 hab.; 2012=51.286 hab.; 2013=52.915 hab.; 2014=53.032 hab.; 2015=53.145 hab.; 2016=53.252 hab.; 2017=53.340 hab.; 2018=53.439 hab.; 2019= 52.224 hab. Como se pode observar pelos números divulgados, Leopoldina ganhou habitantes de 2010 a 2018 vindo a perder um pouco da população em 2019.

Nas Identidades Territoriais estão agrupados dados econômicos (PIB, massa salarial, potencial de consumo urbano, arrecadação por setor etc), de infraestrutura, demográficos (grupos etários, por gênero, etc), sociais (IDH, taxa de alfabetização e outros) e empresariais (número de empresas, porte, taxa de empreendedorismo, diversificação produtiva).

O ISDEL é o índice do Sebrae Minas que sintetiza dados sobre as cinco dimensões responsáveis por promover o desenvolvimento econômico local: Capital Empreendedor, Tecido Empresarial, Governança para o Desenvolvimento, Organização Produtiva e Inserção Competitiva. Essas dimensões orientam a abordagem DEL, do Sebrae, para a melhoria do ambiente de negócios nos municípios mineiros.  

No total, são 135 indicadores e variáveis de fontes oficiais reunidos no ISDEL. “Este índice é uma régua que permite identificar forças e fragilidades de cada município, comparar realidades entre territórios com características similares, além de auxiliar na tomada de decisões, planejamento e busca de oportunidades para o crescimento sustentável”, explica Felipe de Melo, gerente da Unidade de Inteligência Empresarial do Sebrae Minas.

Pequenos negócios em Minas Gerais

Mais de 99% dos negócios em Minas Gerais são de micro e pequeno porte. São mais de 2 milhões de empreendimentos, entre Microempreendedores Individuais (MEI), Micro e Pequenas Empresas (MPE) e produtores rurais. A distribuição das empresas por porte e setor, empregos gerados e comparativos de MEI e MPE por setor podem ser acessados em https://bit.ly/dados2019.

Fonte> Assessoria de Imprensa Sebrae Minas
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »