07/02/2020 às 09h32min - Atualizada em 07/02/2020 às 09h32min

Estado já liberou R$ 5,043 milhões para 196 cidades afetadas pelas chuvas

Sedese também tem dado suporte técnico a gestores e equipes de referência dos municípios

SEGOV - Governo de Minas - Central de Imprensa
Divulgação/Emater-MG
Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), já repassou antecipadamente R$ 5,043 milhões do Piso Mineiro de Assistência Social Fixo, referente aos meses de janeiro, fevereiro e março, a 196 municípios afetados pelas fortes chuvas. Até a semana passada, a pasta havia liberado R$ 3,608 milhões a 111 municípios que tiveram a situação de emergência declarada pelo Estado. Nesta semana, foram mais 85 cidades, ampliando os recursos em mais R$ 1,435 milhão.

Os repasses irão contribuir para garantir o atendimento às demandas socioassistenciais causadas pelas chuvas, minimizando o sofrimento da população. Desde o início dos temporais em Minas, 58 pessoas perderam a vida em consequência das chuvas no estado.

Orientações

A Sedese está disponibilizando em seu site e nas redes sociais uma série de vídeos e documentos que vão garantir aos gestores municipais de assistência social informações básicas para as situações de emergência ou de calamidade pública.

O objetivo é reduzir os impactos gerados, sobretudo entre a população mais vulnerável, além de orientar técnicos municipais e estaduais, gestores de assistência social e outros profissionais envolvidos na atuação sobre os procedimentos a serem adotados. Os vídeos e documentos podem ser acessados neste link.

O Estado também tem dado suporte técnico aos gestores municipais e às equipes de referência dos municípios afetados. Entre as ações, estão o apoio no preenchimento de Plano de Trabalho para recebimento do Piso Mineiro e orientações sobre o aceite ao cofinanciamento federal para o Serviço de Proteção em Calamidades Públicas e Emergências. Além disso, há informações sobre o adiantamento do calendário do Bolsa Família.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »