11/02/2020 às 21h02min - Atualizada em 11/02/2020 às 21h02min

Ubá recebe força-tarefa do Estado para apoio na captação de recursos após chuvas

Ubá recebeu, nesta terça-feira (11/02), representantes de uma força-tarefa multidisciplinar do Governo de Minas Gerais para acompanhamento e orientações aos municípios mais atingidos pelas chuvas de 2020. O prefeito Edson Teixeira Filho recepcionou a equipe, liderada pelo Coordenador Adjunto da Defesa Civil Estadual, Tenente Coronel Flávio Godinho, em seu Gabinete. 

Acompanhado de secretários municipais, assessores, servidores, além de representante do Corpo de Bombeiros Militar, o prefeito apresentou à equipe os principais estragos causados pelas chuvas no município. Danos em cabeceiras de pontes e erosões nas margens dos rios foram apontados como os principais problemas diagnosticados até o momento, e que demandam soluções emergenciais. 

"É importante que a nossa população saiba que nós estamos nas ruas da cidade, com equipes trabalhando em diversas frentes, mas estamos também nos gabinetes cuidando com muita atenção dessa parte burocrática da qual dependemos agora para receber estes recursos. Estive em Brasília na semana passada, estive também em Belo Horizonte com o Governador, e hoje estamos nessa reunião que também está sendo importantíssima porque a ideia é compartilharmos todas as informações para buscarmos todos os recursos disponíveis e darmos uma resposta muito rápida em Ubá", afirmou Edson. 

Representantes da Saúde e Desenvolvimento Social do Estado também conversaram com os secretários municipais destas áreas, verificando as demandas locais e orientando sobre os fluxos adequados para solicitações de insumos e materiais necessários em razão do período crítico. 

 

Ubá será Polo Regional de Defesa Civil

Na próxima quinta-feira (13/02), equipes da Defesa Civil Nacional e Estadual estarão em Ubá para concentrar os atendimentos aos municípios da região que também foram atingidos pelas chuvas. O objetivo é que os planos de metas de reconstrução destas cidades sejam apresentados e aprovados, para que então possam ter andamento os trâmites para a liberação dos recursos financeiros e as prefeituras possam dar início às obras necessárias, que devem ser concluídas no prazo máximo de 180 dias. 

"A gente conseguiu ver como a Prefeitura de Ubá conseguiu, em apenas 48 horas, dar uma resposta à altura e acolher todos os munícipes, mesmo com as dificuldades que passam todos os municípios devido a situação financeira. O Governador Zema determinou que viéssemos aqui para tentar aprovar todo o plano de metas da Prefeitura de Ubá, para que o recurso possa vir a cidade e as obras começarem de imediato. Todas as demandas de Ubá foram pontuadas e levaremos isso para o âmbito do Governo do Estado", destacou o Coronel Godinho. 


Chuvas causam mais estragos


Na madrugada desta terça-feira, mais uma forte chuva trouxe outros estragos para a cidade. Na Avenida Beira-Rio, próximo a Ponte da Bandeira, foi registrado um novo deslizamento de terra, provocando o afundamento do passeio. O local foi sinalizado e isolado por equipes da Prefeitura, e seguirá em monitoramento. Para conhecer todas as áreas afetadas pelas últimas chuvas na cidade, CLIQUE AQUI
 










Assessoria de Comunicação

Prefeitura de Ubá 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »