29/04/2020 às 09h58min - Atualizada em 29/04/2020 às 09h58min

Leopoldina recebe autorização de 06 coletas para investigação de COVID-19

Número de infectados por Covid-19 no Brasil passa de 71 mil casos. Mortes registradas chegam a 5 mil

Edição> Luiz Otávio Meneghite
Material coletado para exame de COVID 19 (Imagem ilustrativa)
A Secretaria Municipal de Saúde de Leopoldina divulgou nesta terça-feira, 28 de abril de 2020, que recebeu autorização de 06 coletas para investigação de COVID-19. Os números do Boletim  Epidemiológico foram alterados e agora são 135 os casos de pacientes com sintomas gripais que não se enquadram para coleta de teste e 09 estão sendo investigados com material coletado para exames seguindo critérios da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais. Dos exames realizados até agora 02 tiveram resultado positivo além de um óbito em investigação aguardando resultado se a morte ocorreu ou não pelo Coronavírus.

Os casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus no Brasil ultrapassou a barreira dos 71 mil nesta terça-feira (28). Já o número de mortos aumentou 7% nas últimas 24 horas, chegando a pouco mais de 5 mil. São Paulo continua sendo o estado mais afetado, registrando cerca de um terço das ocorrências.

De acordo com os dados do Ministério da Saúde, São Paulo tem mais de 24 mil pessoas infectadas. O estado tem a situação mais preocupante e é seguido por Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco.

No Brasil, o maior número de casos fatais se encontra na faixa etária de 60 a 89 anos, sendo que em 67% dos casos a vítima apresentava pelo menos um fator de risco, como diabetes, cardiopatia e doença renal.

O ministro da Saúde, Nelson Teich, ressaltou que o Ministério vem aprendendo com os números e espera, após a reunião de todos os dados até aqui, organizar melhor as ações de enfrentamento ao novo coronavírus.

“Aprendemos a cada dia. Hoje é uma sequência, vivendo esses dias todos que passaram, e cada informação nova que a gente tem entendemos no detalhe como é a demanda, para melhorar nossa capacidade de entregar e reagir”, ressaltou o ministro. 

Ainda segundo o ministro, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) deve ajudar na estratégia dos testes, desenvolvendo a melhor metodologia de aplicação dos mesmos para que se possa entender melhor a doença no Brasil, bem como a evolução da epidemia ao longo dos dias.

Para mais informações sobre a Covid-19, acesse coronavirus.saude.gov.br.


Fontes de informação: Secretaria Municipal de Saúde de Leopoldina e Agência do Rádio

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »