05/06/2020 às 10h06min - Atualizada em 05/06/2020 às 10h06min

Fundação Mendes Costa empossa nova presidente

Cristiane Emília Costa Silva está agora à frente da instituição, criada, há 26 anos, para coordenar projetos de Responsabilidade Social da Pif Paf Alimentos.

Luciana Rezende (*)
Avelino Costa, fundador da Pif Paf Alimentos e sua filha Cristiane Emília Costa Silva
Filha do Sr. Avelino Costa, ex-presidente da instituição, e fundador da Pif Paf Alimentos, Cristiane Emília Costa Silva assumiu, na última semana, a presidência da Fundação Mendes Costa, entidade sem fins lucrativos, criada, há 26 anos, pela Pif Paf, com o objetivo de coordenar os projetos de responsabilidade social do Grupo. A reunião – em que também foram empossados novos membros do Conselho Curador e do Conselho Fiscal da instituição – aconteceu de forma remota, em cumprimento às atuais normas de segurança adotadas pela empresa.

Cristiane, que é também vice-presidente do Conselho de Administração da Pif Paf, demonstra grande interesse pela causa e em participar das ações da Fundação, o que foi decisivo na sua escolha para o cargo. “Quero dar continuidade ao legado de meu pai no apoio e desenvolvimento das comunidades em que a companhia está inserida, instituições e colaboradores. Lembrando que a solidariedade e a responsabilidade social são importantes diretrizes do nosso negócio e estão cada vez mais integradas à cultura organizacional”, destaca.

Assim, para 2020, a principal meta é reforçar a presença da Fundação Mendes Costa em todas as cidades onde o Grupo possui operação. “Queremos contribuir, com ações sociais, nos três estados que concentram as atividades da Pif Paf (Minas Gerais, Goiás e Santa Catarina, com a Fricasa) e, cada vez mais, expandir nossa atuação em benefício dos mais necessitados”, completa.

Neste momento de pandemia, a Fundação reforçou as iniciativas do programa de voluntariado que podem ser realizadas à distância. Também prioriza a gestão e a logística das doações para enfrentamento do Covid, que já superam a casa de R$ 1 milhão. Dentre elas, o fornecimento de EPIs, alimentos, suprimentos e equipamentos médico-hospitalares, revertidos às pessoas mais carentes.

(*) Link Comunicação

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »