07/06/2020 às 11h51min - Atualizada em 07/06/2020 às 11h51min

Jairo Fernandes

Jairo Fernandes está há mais de 40 anos no ar (Arquivo Jornal Leopoldinense)
Nascido em 17 de setembro de 1958, filho de Enedina Fernandes de Oliveira e Demóstenes de Oliveira, Jairo Fernandes de Oliveira iniciou a carreira radiofônica em 1978 na antiga Rádio Leopoldina, atual Rádio Jornal AM 1560krz, a rádio era então dirigida por Wagner Nogueira, o “Waguinho”. Jairo começou fazendo reportagens para o programa “Esportes com Zé Américo”. Dali para a apresentação de programas foi um pulo e Jairo permanece até hoje fazendo de tudo um pouco. Seu irmão Marco Antônio também é radialista em Natal - Rio Grande do Norte.
 
Na emissora mais antiga de Le­opoldina Jairo já trabalhou em diver­sos horários e comandou vários estilos de programação como nos anos 1980, com o saudoso Leo­poldina Rural, quando a música sertaneja de raiz era a febre do momento, inclusive com apresen­tação de duplas sertanejas ao vivo nas madrugadas dos domingos.
 
Com 42 anos no ar, Jairo Fer­nandes ficou imortalizado como narrador esportivo, como não se cansava de repetir o radialista Zé Américo, atividade que foi iniciada em 1983, já tendo transmitido di­versos jogos em grandes estádios de futebol, não só de Minas pelos campeonatos regionais e campe­onato mineiro, como também no Maracanã e no Engenhão. Nessa fase, Jairo chegou a trabalhar um período na Rádio Cataguases e na Rádio Capital, de Juiz de Fora acompanhando o Tupi pelo cam­peonato mineiro de 1996.




Jairo Fernandes comandou por muitos anos no horário da ma­nhã na Rádio Jornal o pro­grama que leva seu nome e atualmente é apresentado no início da tarde. Ainda na fase matutina dividiu nos últimos anos a apresentação com Cândido Ribeiro com a “Dobradinha do Sucesso” em que misturavam humor e informação.
 
Jairo é casado com Juliane Almeida Faria, com quem tem os filhos Matheus e Maria Fernanda.
 
Consi­derado o amigo da dona de casa, ele entra nos lares com música, variedades, participação do ouvinte e prestação de serviço à comunidade. Participa ainda do “Jornal da Cidade” de Luiz Carlos Montenári, do  “Na Marca do Pênalti” Jorge Antônio que vai ao ar a partir do meio dia entre outros.
 


(Publicado no Leopoldinense em 27 de abril de 2013 por Luiz Otávio Meneghite e atualizado por Luciano Baía Meneghite em junho de 2020)
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »