09/06/2020 às 09h59min - Atualizada em 09/06/2020 às 09h59min

Programa Pró-Mananciais da Copasa conclui cercamento em 11 propriedades rurais

Objetivo do Programa é promover a recuperação e manutenção de nascentes e mananciais localizados em propriedades rurais do município.

Por: Marcia Vaz Barbosa - jornalista do COLMEIA
O esforço em realizar ações para preservar os recursos hídricos de Leopoldina e região fica cada vez mais fortalecido, através das ações do Programa Pró-Mananciais, implementado em outubro de 2018 pela Copasa e Coletivo Local de Meio Ambiente (COLMEIA).

Nesta semana em que se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, apesar de todas as dificuldades enfrentadas devido a pandemia do novo coronavírus e a situação das estradas rurais, o Pró-Mananciais informa que onze propriedades rurais localizadas na Comunidade dos Coelhos concluíram o devido cercamento de nascentes, com o objetivo de preservar os mananciais utilizados para o abastecimento público. Ao todo, 7.300 mil metros de cerca foram feitas com o custeio e apoio do Programa.


Conforme o técnico da Copasa responsável pelo Pró-Mananciais em Leopoldina, Marco Luiz Teixeira, estas propriedades foram previamente cadastradas no programa, através de ações do Coletivo Local de Meio Ambiente em Leopoldina e receberam o material no local, juntamente com toda a mão de obra. Tudo isso, sem custo para o produtor.

O Pró-Mananciais visa proteger e recuperar as micro bacias hidrográficas e as áreas de recarga dos aquíferos, cujos mananciais servem para a captação dos sistemas de abastecimento público de água operados pela COPASA.

O cercamento das nascentes e demais áreas de proteção permanente é fundamental para a conservação e recuperação dos mananciais e dos ambientes nos quais estes estão inseridos, e favorece o envolvimento e a conscientização das comunidades em prol da proteção e recuperação dos recursos hídricos. As cercas impedem a entrada do gado e outros animais pesados nas nascentes e cursos d’águas, evitando a compactação do solo, que obstrui o afloramento da água, processos erosivos e a destruição da vegetação nativa, promovendo, assim, a recomposição da mata ciliar de forma natural, o que melhora a qualidade e a quantidade de água das bacias.

As ações sócio ambientais do “Pró-Mananciais” são definidas pelo Coletivo Local de Meio Ambiente (COLMEIA), juntamente com a comunidade localizada próxima das bacias hidrográficas e áreas de recargas dos mananciais, que abastecem a cidade.


 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »