17/06/2020 às 17h58min - Atualizada em 17/06/2020 às 17h58min

Gestão compartilhada garante sucesso

Presidente Nelson Missias se reúne com superintendentes e diz que o trabalho em equipe garantiu bons resultados

Presidente do TJMG se reuniu com auxiliares para agradecer a colaboração de cada um na construção de uma gestão humanista e de novos paradigmas

O presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), desembargador Nelson Missias de Morais, se reuniu nesta terça-feira (16/06) com os superintendentes da Corte mineira para um balanço de sua gestão, que se encerra em 30 de junho. O magistrado, além de agradecer os colaboradores dos últimos dois anos, anunciou que deixa o Tribunal com as finanças organizadas e pacificado em suas relações internas.

O desembargador Nelson Missas disse que fez uma gestão compartilhada e jamais discutiu qualquer assunto em sua mesa na Presidência, e sim em uma mesa redonda, que possibilitava o debate dos temas. "Eu agradeço a cada um de vocês pela colaboração. Reconheço que o trabalho em equipe é mais leve, mais produtivo e gera resultados de verdade", ressaltou.

Para o presidente, todos os colaboradores tiveram destaque em suas áreas específicas e abraçaram a construção de uma gestão com visão humanista e quebra de paradigmas. Entre os desafios, Nelson Missias lembrou o mais recentes deles, que foi o enfrentamento da pandemia de covid-19, o que exigiu medidas rápidas do Judiciário.

"Nós conseguimos assistir, com as verbas pecuniárias, vários municípios do interior que não tinham como enfrentar as questões sanitárias", disse o presidente. Ele também lembrou que a rápida intervenção do TJMG no sistema penitenciário do estado evitou uma tragédia maior com a disseminação do novo coronavírus entre a população carcerária, sem que se afetasse a segurança.

O presidente Nelson Missias de Morais ressaltou ainda a importância do desenvolvimento de métodos modernos para o acompanhamento dos gastos do Tribunal, como o programa Integridade. "Nós reconstruímos nosso orçamento e buscamos saídas legais para a solução do caixa para pagamento de aposentados e pensionistas, auxílio-moradia (hoje extinto), alimentação e saúde."

"Quando assumi há dois anos, fiquei 15 dias sem dormir porque não tínhamos como arcar com nossas despesas. Hoje, estamos com as finanças equilibradas e não precisamos pedir suplementações orçamentárias, corriqueiras em outros tempos", disse.

not-reuniao-superintendentes1.jpg

not-reuniao-superintendentes1.jpg


O ponto em comum entre os superintendentes foi o caráter participativo da gestão

Após a fala do presidente, os superintendentes fizeram o balanço de suas próprias áreas, mas todos apresentaram pelo menos um ponto em comum: o reconhecimento do caráter participativo da atual gestão.

Sempre se referindo de forma elogiosa à atuação do desembargador Nelson Missias na Presidência, os superintendentes também fizeram vários votos de sucesso ao presidente eleito Gilson Soares Lemes, desejando que ele dê continuidade ao trabalho. Gilson Lemes colaborou com a gestão como superintendente adjunto administrativo.
 

Assessoria de Comunicação Institucional - Ascom
Tribunal de Justiça de Minas Gerais - TJMG


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »