15/07/2020 às 15h39min - Atualizada em 15/07/2020 às 15h39min

Waldair Costa defende auxílio para motoristas de transporte escolar de Leopoldina

O vereador reconheceu que a pandemia do coronavírus afetou a classe dos motoristas e proprietários de vans que fazem o transporte escolar em Leopoldina, causando inúmeras dificuldades com a suspensão das aulas.

Vereador Waldair Barbosa Costa, Presidente da Câmara Municipal de Leopoldina
Devido à paralisação das atividades nas escolas públicas e privadas da cidade em virtude da pandemia de Covid-19, os motoristas de veículos de transporte escolar perderam sua principal fonte de renda e já enfrentam dificuldades financeiras.
 
Esse assunto foi discutido no plenário da Câmara Municipal de Leopoldina, na reunião ordinária ocorrida no dia 15 de junho. Os vereadores Waldair Barbosa Costa e Valdilúcio Malaquias apresentaram a Indicação nº 161/2020, sugerindo que o Poder Executivo tome medidas em favor da classe de motoristas particulares de transporte escolar, principalmente aqueles que são cadastrados na Prefeitura Municipal. “É preciso garantir um mínimo de dignidade a esses profissionais, vítimas dos impactos sociais e econômicos da pandemia de Covid-19”, salientou Waldair Costa.
 
O vereador reconheceu que a pandemia do coronavírus afetou a classe dos motoristas e proprietários de vans que fazem o transporte escolar em Leopoldina, causando inúmeras dificuldades com a suspensão das aulas. Como não há data prevista para o retorno das atividades, Waldair Costa defendeu que o Poder Executivo tome medidas para ajudar a esses profissionais e suas famílias.
 
Entre as medidas propostas pelos parlamentares, está a isenção do valor a ser pago a título de alvará de circulação para o corrente e o próximo ano, auxílio por meio de cestas básicas às famílias dos transportadores e, principalmente, a concessão de um auxílio financeiro emergencial equivalente a um salário mínimo, de R$1.045,00 (um mil e quarenta e cinco reais), enquanto perdurar a proibição de circulação e a suspensão das atividades escolares no município.
 
Durante a discussão da matéria, Waldair Barbosa Costa relatou as dificuldades enfrentadas pela classe de motoristas particulares de transporte escolar. “Essa categoria profissional não pode ficar esquecida, pois muitos precisam cumprir compromissos assumidos, como pagamento das prestações da compra dos veículos, aluguéis, entre outras”.
 
O vereador lembrou que os motoristas foram atingidos diretamente pelos decretos municipais implementados para evitar a circulação de pessoas. “Com a suspensão das aulas, os motoristas ficaram sem trabalhar e estão enfrentando dificuldades para prover o sustento da própria família, visto que, no município, as opções de geração de renda são escassas”, afirmou Waldair.
 
Por se tratar de uma matéria de competência exclusiva do Executivo, o vereador sugeriu que a Prefeitura realize uma reunião com a categoria para tomar conhecimento das dificuldades enfrentadas pelos motoristas e, em seguida, encaminhe com urgência à Câmara um Projeto de Lei estabelecendo o auxílio financeiro emergencial e a isenção do alvará de circulação.
 
Waldair Barbosa Costa informou que recebeu de representantes da categoria um apelo no sentido de que os profissionais sejam reconhecidos pelo Poder Público neste momento de dificuldade. O vereador acrescentou que medidas neste sentido estão sendo adotadas em várias partes do país e que, em Leopoldina, não pode ser diferente.
 
“Trata-se de profissionais dedicados, pais de família que estão vivendo muitas dificuldades durante essa crise. É sempre oportuno destacar a importância desses trabalhadores, cuja responsabilidade é transportar o futuro do nosso país com segurança e responsabilidade”, salientou Waldair, garantindo que os vereadores estão à disposição para aprovar medidas que sejam favoráveis à categoria.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »