09/09/2020 às 10h47min - Atualizada em 09/09/2020 às 10h47min

Seminário Diocesano. A fundo o bairro Alto do Cemitério

Por volta da década de 50 do século XX

Em destaque Padre Antônio, hoje Monsenhor Antônio Chámel. (Diocese de Leopoldina)
Em 1944, após a chegada do primeiro bispo diocesano, Dom Delfim Ribeiro Guedes, deu-se início ao pré-seminário, na Paróquia da Barra, em Muriaé (MG). Em 1948 foi fundado o Seminário Diocesano Nossa Senhora Aparecida, que funcionou no Ginásio Leopoldinense e na casa paroquial da Catedral de São Sebastião, em Leopoldina (MG). No mesmo ano, diocese adquire a Chácara da Boa Vista, no bairro Seminário, em Leopoldina

Ao longo de sua história, o seminário menor da diocese de Leopoldina foi fechado e reaberto por motivos diversos, entre eles a dificuldade de se manter uma estrutura para abrigar os seminaristas, que recorriam a grandes centros para estudar. Hoje com o nome de Seminário Propedêutico Santa Rita de Cássia, está instalado no município de Muriaé, mas já funcionou em Cataguases, Astolfo Dutra e Visconde do Rio Branco.

Fonte: Diocese de Leopoldina
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »