28/09/2020 às 18h53min - Atualizada em 28/09/2020 às 18h53min

Conheça os salários brutos dos cargos em disputa nas eleições de Leopoldina em 2020

Além dos cargos de prefeito, vice e vereador, que são eleitos, existem 17 cargos de secretários municipais que podem ser preenchidos pelo prefeito eleito sem concurso público.

Luiz Otávio Meneghite
Em ordem alfabética Breno Coli, Cláudia Conte, Kélvia Raquel, Marcos Paixão, Pedro Augusto e Ricardo Paf Pax (Fotos Arnaldo Spíndola - Montagem Luc)
Os 6 candidatos a prefeito, 6 candidatos a vice-prefeito e 320 candidatos a vereador, totalizando 332 candidatos, distribuídos em 18 partidos políticos, já estão em plena campanha eleitoral para convencer os 40.521 eleitores registrados no município, que votam em 28 locais onde serão instaladas as 111 seções eleitorais além de 8 agregadas na cidade e nos 5 distritos de Leopoldina.
 
Para prefeito e vice disputarão 12 candidatos: Brenio Coli (PSD)/Jacques Vilela (DEM), Cláudia Conte (PT)/Aristides Vale (PT), Kélvia Raquel (PP)/Thiago Toledo (PP), Marcos Paixão (REDE)/Ronilson do Ônibus (PCdoB), Pedro Augusto (PL)/Totonho Pimentel (PL) e Ricardo Paf Pax (PSB)/Marco Antônio (Republicanos).
 
Na disputa, além do Poder que os cargos detêm, estão os salários de R$17.368,61 do cargo de prefeito; R$9.842,21 do cargo de vice-prefeito e de R$8.562,90 do cargo de vereador, considerados os salários brutos, sem os descontos legais.
 
Outro cargo cobiçado, embora não esteja em disputa eleitoral, é o de secretário municipal cujo salário bruto é de R$6.947,44. Na estrutura administrativa da Prefeitura de Leopoldina são 17 os cargos de secretário ou equiparados que o prefeito eleito pode preencher sem a realização de concurso público: Administração; Agricultura, Pecuária e Abastecimento; Assistência Social; Controladoria Geral; Cultura; Desenvolvimento Econômico; Educação; Esporte, Lazer e Turismo; Fazenda; Chefe de Gabinete do Prefeito; Governo; Habitação; Meio Ambiente; Obras; Procuradoria Geral; Saúde e Serviços Urbanos.
 
Além dos cargos de secretários municipais, existem dezenas de outros que podem ser preenchidos sem concurso público pelo prefeito, cujos salários também são atraentes e consequentemente bastante cobiçados. Muitos deles poderão ser ocupados por alguns dos candidatos a vereador que não obtiverem êxito nas eleições, mas que forem afinados com o prefeito eleito. 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »