08/10/2020 às 08h21min - Atualizada em 08/10/2020 às 08h21min

Idealizado por Rogério Tumati, Projeto Feliz é Quem Toca é Pioneiro na Adoção de aulas On-Line

O Feliz é Quem Toca, tem o Patrocínio do Grupo Bauminas e Apoio da Fundação Simão José Silva.

Rogério Tumati, músico multi-instrumentista, vocalista, produtor musical e arte-educador.
Antonio Trajano Vieira Cortez (*)
 
Desde a sua fundação, a criatividade e inovação sempre foram marcas registradas do Feliz É Quem Toca. Quando as medidas de distanciamento social foram apontadas como uma das principais medidas de prevenção ao coronavírus, o Feliz também se viu obrigado a abandonar as atividades presenciais, mas logo buscou alternativas para não deixar na mão os seus cerca de150 alunos.
 
Foi um dos primeiros a adotar o formato de aulas on-line, depois aprovado oficialmente pela Secretaria de Cultura do Estado de Minas Gerais. O coordenador do projeto, Rogério Mendonça, o Tumati, admite que no início houve o receio de que o formato não fosse emplacar, mas a resposta dos alunos surpreendeu: “eles ficaram empolgados com a continuidade das aulas. O nosso objetivo é manter o vínculo com os alunos e a convivência com a arte e sua experimentação nesses tempos de adaptação nos faz enxergar novos caminhos”, afirma.
 
O sucesso da primeira experiência mostrou que o Feliz estava no rumo certo: os alunos do Núcleo Audiovisual fizeram uma criativa releitura do clássico curta de Humberto Mauro, “A velha a fiar".  Cada aluno fez uma parte do vídeo em casa e a professora Renatta Barbosa fez a montagem, que pode ser conferida nas páginas do projeto no link (https://www.youtube.com/watch?v=UxI2NRYY1ew&t=10s).
 
Idealizadora desse novo formato, a Produtora Executiva do Feliz, Patrícia Barbosa, vislumbra novas possibilidades para o projeto, permitindo maior alcance:

“a publicação de conteúdo em plataformas digitais torna ilimitado o alcance das ações, fazendo com que o Projeto aumente sua abrangência. Cada dia édedicado a um núcleo com novas postagens no youtube. Teremos também uma divulgação maior no Instagram, Facebook e nas rádios locais. Queremos novos alunos, queremos chegar a pessoas que não conhecem nossas ações.”
 
Patrícia lembra que o projeto, surgido em 1997 e desde 2016 com o patrocínio do Grupo Bauminas, “conseguiu vencer todas as dificuldades e sempre cresceu ao surgirem oportunidades, o que lhe garante esse longo tempo de estrada”.
 

Os conteúdos serão disponibilizados nos seguintes dias:

Segundas-feiras, PERCUSSÃO com o Professor Rogério Mendonça TUMATI
Terças-feiras, CAPOEIRA com o Professor MayconCHINÊS
Quartas-feiras TEATRO com a Professora MIRIAM Gaspar
Quintas-feiras AUDIOVISUAL – Professora RENATTA Barbosa
Sextas-feiras DANÇA – Professor Fabiano BANNA
 
Além dessas novas postagens que ocorrerão regularmente por quatro meses, o Projeto tem grande conteúdo disponível em seu canal do youtube, referente às apresentações de final de semestre dos últimos anos, a depoimentos de pais e alunos e também aos curtas produzidos por seus alunos. Parte da história desse longevo Projeto está registrada em seus canais e redes sociais.

Saiba mais informações do Projeto Feliz é Quem Toca pelas nossas redes sociais.
 
https://www.facebook.com/felizequemtoca

https://www.instagram.com/felizequemtoca/
 
https://www.youtube.com/channel/UC76W9wpmjYGhSTt1rjGZUSA
 
O Feliz é Quem Toca, CA 2018.136.050.023, tem o Patrocínio do Grupo Bauminas e Apoio da Fundação Simão José Silva. Incentivo da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, Realização “Governo de Minas Gerais, governo diferente, estado eficiente.”.
 




(*)Jornalista editor do Jornal Atual
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »