08/09/2014 às 18h53min - Atualizada em 08/09/2014 às 18h53min

Belo como um abismo, o novo romance de Elias Fajardo

Editado pela 7 Letras, o livro tem 144 páginas e custa R$29,00

Elias Fajardo é natural de Leopoldina-MG(Foto Jornal Nova Opção)

Jornalista, roteirista e artista visual, o leopoldinense Elias Fajardo demonstra mais uma vez seu talento literário neste terceiro romance publicado pela 7Letras, que será lançado nesta quinta-feira, 11/9, de 19h às 21h, na Livraria da Travessa, localizada na rua Voluntários da Pátria em Botafogo, Rio de Janeiro.

Em Belo como um abismo, os personagens oscilam entre o mundo real e o imaginário, abolindo as fronteiras de tempo e espaço. A lânguida gata chamada Emily incorpora os espíritos de suas escritoras homônimas Emily Dickinson e Emily Brontë. Seu dono, Otávio, viaja pelos meandros de uma Índia remota enquanto bebe no Baixo Gávea, atravessa o tempo e se materializa na cozinha de Emily Dickinson no fim do século XIX. Clara, a filha que ele e Aparecida não tiveram – cuja existência ganha vida ao longo das páginas – completa em círculo um triângulo que não se fecha no mundo real.

Está aterrorizado e ao mesmo tempo fascinado pela possibilidade de receber uma criatura vinda de um outro tempo e outra cultura, embora sua memória, depois de cada transe, registre apenas fiapos de imagens, intenções, mensagens que um náufrago escreveu num papel, enfiou numa garrafa e jogou no mar. A garrafa com a mensagem boia neste instante na praia cinzenta da ilha, quase aos pés de Flávio. Mas ele não irá pegá-la. Desvia-se da onda para não molhar o tênis imaculado.

Elias Fajardo é jornalista e também escritor, roteirista e artista visual. Trabalhou em O Globo, Jornal do Brasil, na Bloch Editores e foi chefe de redação do programa de tv Globo Ecologia durante nove anos. Tem onze livos publicados, entre obras de ficção, meio ambiente e educação. Criou e roteirizou séries de vídeo para o Senac Nacional. Realizou três vídeos de arte: Batelândia, Paris/Ibitipoca e Velocidade máxima.

Desde a década de 1980 tem feito exposições de aquarela e pintura no Rio de Janeiro e em Minas Gerais. Tem realizado oficinas de contos e de romance na Estação das Letras, no Rio.

Editado pela 7 Letras, o livro tem 144 páginas e custa R$29,00

Matéria enviada pela jornalista Márcia Vaz Barbosa.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »