17/10/2020 às 09h28min - Atualizada em 17/10/2020 às 09h28min

O que os (as) candidatos(as) propõem para recuperar espaços turísticos e de lazer

Leopoldina tem muitos locais bonitos e interessantes, mas é notório que carecem de maior atenção do poder público. Alguns se encontram bem degradados ou precisando de melhorias. Perguntamos aos (as) candidatos(as) sobre mais esse tema.

Em ordem alfabética: Brenio Coli, Cláudia Conte, Kélvia Raquel, Marcos Paixão, Pedro Augusto e Ricardo Paf Pax (Fotos Divulgação/Arquivo jornal Leopoldinense)
Por que importantes espaços de lazer e turismo estão abandonados, como por exemplo, o Horto Florestal?
 
Brenio Coli (PSD-DEM-PODEMOS-PDT-AVANTE)

Porque não há um entendimento da atual administração de que melhora a qualidade de vida da cidade com a ativação destas áreas de lazer. O horto, como por exemplo, pode ser muito mais aproveitado, uma área enorme de lazer, açude, etc. Precisamos melhorar o acesso e colocá-lo em funcionamento para estimular à família a ir ao horto, como existe em outras cidades. Houve um descaso da administração atual, faltou investimentos. O morro do Cruzeiro é outra atração turística de nossa cidade, mas muito pouco se usa. Poderíamos melhorar o acesso e dar mais condições de explorar o local, estimulando competições de vôo livre.
 
Cláudia Conte (PT)

Carecemos de investimentos nestes espaços para que sejam pontos de encontro da população e turistas. Defendemos parcerias com a iniciativa privada para revitalização e divulgação dos espaços. Temos muitos lugares de referência e fazemos parte do Circuito Turístico Serras e Cacheiras. O Horto Florestal, além de ser um espaço de lazer é uma área de preservação ambiental, podendo ser utilizada para projetos na Educação Ambiental e ser referência para o Ecoturismo, é necessário ampliar seu reflorestamento, conectando com as florestas já existentes no Município, formando corredores de Mata Atlântica.
 
Kélvia Raquel (PP-PSC-PSL-PSDB)  

A questão da preservação do meio ambiente precisa ser encarada como prioridade pelo poder público, é o que pensamos e o que faremos na nossa administração. Está no nosso Plano de Governo revitalizar os Pontos Turísticos existentes, melhorando a acessibilidade, promovendo a conservação e manutenção dos equipamentos dos espaços públicos, visando a criação de circuitos turísticos. No caso do Horto Florestal iremos revitalizar, mediante parceria com os governos federal e estadual, para utilização do espaço, baseado em pesquisa científica, na preservação ambiental, na promoção do ecoturismo e lazer para população.
 
Marcos Paixão (REDE-PCdoB) 

Falta de visão e interesse! Infelizmente, não existe em nossa cidade uma política séria voltada para revitalização de espaços para lazer e estimulo ao turismo e o Horto Florestal é um triste exemplo. Nossa cidade tem forte potencial turístico devido a sua localização privilegiada, além da tradicional receptividade mineira. Vejo que as entidades que promovem eventos que trazem divisas para o município, sofrem verdadeiras humilhações para conseguirem migalhas da gestão pública como apoio.  Temos que mudar essa mentalidade e encarar o Turismo com profissionalismo, é uma fonte de renda limpa que gera impacto positivo em vários setores do comércio da cidade. Para isso, é importante gerir uma Secretaria de Cultura e Turismo com uma equipe técnica, atuante e com envolvimento diário com outros setores, como o Circuito Serras e Cachoeiras, a Oficina do Futuro, a Academia de Leopoldinense de Letras e Artes, Associações, Cooperativas e os Conselhos Municipais relacionados ao tema. 
 
Pedro Augusto (PL) 

Nossos espaços de lazer, como o Horto Florestal e o Morro do Cruzeiro, estão totalmente abandonados. Temos uma cidade que não se preocupa em manter de maneira adequada as praças e espaços públicos destinados ao turismo. Faz parte de nosso projeto fazer de Leopoldina uma cidade bonita, assim como já fizemos na Exposição Agropecuária, em que levamos para o evento um projeto paisagístico com flores e plantas. O sucesso foi extraordinário. 
 
Ricardo Paf Pax (PSB-Republicanos-PV-PTB-MDB) 

Por falta de interesse de seus gestores. De minha parte, vejo o lazer e o turismo como uma grande e mal aproveitada oportunidade. É que o lazer e o turismo não tem que ser, necessariamente, visto como atividade principal. Por exemplo, o proprietário de um pequeno sítio pode ter sua produção agropecuária e, nos finais de semana, alugar seu imóvel para lazer. Com relação ao horto florestal, bem como outros locais de notório potencial turístico de nossa cidade, o que falta é política pública, trabalho e divulgação.



Veja as respostas anteriores sobre outros temas:

O que os (as) candidatos(as) propõem contra o abandono de áreas públicas
O que os (as) candidatos (as) propõem para a saúde em Leopoldina


O que cada candidato(a) propõe para geração de emprego e renda em Leopoldina

Qual a opinião de cada candidato(a) a prefeito(a) sobre o estacionamento rotativo

O que cada candidato(a) propõe para os animais abandonados em Leopoldina
 
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »