21/10/2020 às 12h44min - Atualizada em 21/10/2020 às 12h20min

Assembléia Legislativa de Minas Gerais debate implantação do trem turístico de Além Paraíba

Revitalização do trecho que liga duas estações no próprio município é exigência da ANTT para nova concessão.

O município de Além Paraíba possui um patrimônio ferroviário centenário - Arquivo ALMG - Foto:Raíla Melo
A Associação Brasileira de Proteção Ferroviária (ABPF) já tem um projeto e material rodante, como locomotivas e vagões, para operar o trem turístico de Além Paraíba (Zona da Mata), em um trecho de 12 quilômetros entre as estações de Porto Novo e Simplício. No entanto, as más condições da linha ainda são um obstáculo para o seu funcionamento e serão discutidas em audiência pública da Comissão Pró-Ferrovias Mineiras, nesta quinta-feira (22/10/20), às 9 horas, no Auditório José Alencar da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

Acompanhe a reunião ao vivo e participe dos debates, enviando dúvidas e comentários.

Atualmente, o trecho está sob responsabilidade da VLI Logística, que não tem interesse em explorá-lo. A ABPF deve assumi-lo, com base em projeto incluído no Plano Estratégico Ferroviário (PEF) de Minas Gerais, elaborado pela Fundação Dom Cabral.

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) exige, contudo, o cumprimento de condicionantes de segurança da linha para nova concessão. Para que todos os requisitos sejam respeitados, a comissão busca um entendimento com a VLI para que ela realize a manutenção do trecho. Caso a empresa opte por não intervir, estará sujeita a multa, mas mesmo assim isso dificultará a implantação do trem turístico no município.

Foram convidados para a audiência o gerente-geral de Relações Institucionais da VLI, José Geraldo Lima, o diretor da ABPF, José Carlos Faria, e os superintendentes de Transporte Ferroviário da ANTT, Jean Reis, e da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Vânia Cardoso.

A reunião foi solicitada pelos deputados João Leite (PSDB), presidente da comissão, Carlos Pimenta (PDT) e Gustavo Mitre (PSC).

História - Além Paraíba possui um patrimônio ferroviário centenário, que está se deteriorando. A cidade foi o ponto de partida da interiorização dos trilhos em Minas. A Estação de Porto Novo, por exemplo, foi inaugurada em 1871, como uma das extremidades da Estrada de Ferro D. Pedro II (depois Central do Brasil). No mesmo ano, foi criada a Estação de Conceição, que mais tarde recebeu o nome de Simplício, em homenagem a um fazendeiro local. 

Fonte> Assessoria de Imprensa da Assembléia Legislativa de Minas Gerais
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »