27/10/2020 às 10h45min - Atualizada em 27/10/2020 às 10h45min

Como cada candidato(a) afirma que formará sua equipe de governo

Antes mesmo do resultado das eleições, nomes são citados pela cidade como possíveis integrantes de um futuro governo municipal. Alguns cabos eleitorais agem e se expressam como já estivessem com cargos garantidos. Como de fato será a escolha do secretariado e demais cargos é uma das dúvidas dos eleitores

Em ordem alfabética: Brenio Coli, Cláudia Conte, Kélvia Raquel, Marcos Paixão, Pedro Augusto e Ricardo Paf Pax (Fotos: Divulgação/Assessoria de Imprensa da PML))
O (A) senhor(a) já tem nomes em mente ou pelo menos uma ideia ou perfil de quem gostaria de ter em sua equipe de governo, caso eleito(a)?
 
Brenio Coli (PSD-DEM-PODEMOS-PDT-AVANTE)

Estamos em campanha. Ainda não é hora de discutir nomes para ocupar o secretariado. Se eu for honrado com o apoio da comunidade Leopoldinense, com certeza irei escolher os melhores nomes e técnicos de cada área. Não tenho nomes, vou ouvir os partidos, as indicações, analisar os currículos e escolher aqueles que melhor se encaixam nas respectivas áreas. Não nomearei ninguém que não tenha conhecimento sobre o assunto que irá cuidar da prefeitura.
 

Cláudia Conte (PT)

Esta é uma proposta de construção coletiva, assim como foram as ideias aqui destacadas e assim também será para a definição de uma equipe de governo, tendo como parâmetro a experiência na área em que vai representar, a formação técnica e a valorização de servidores de carreira. É fundamental para uma boa equipe de gestão a disposição para aprender, inovar e disponibilidade para o trabalho colaborativo.
 

Kélvia Raquel (PP-PSC-PSL-PSDB)

Não é possível gerir bem uma cidade sem uma equipe extremamente competente e comprometida em fazer o melhor para população. Acredito, também, que a equipe de governo é o termómetro do governo de um(a) prefeito(a), por isso uma escolha criteriosa, que leve em conta a capacidade e conhecimento de cada área de trabalho deve ser observada, e será.  Leopoldina tem excelentes profissionais e certamente, sendo chamados, se colocarão a disposição de servir a população junto comigo.
 
 
Marcos Paixão (REDE-PCdoB)
 
É natural que sim. Vislumbro a possibilidade de trabalhar com nomes experientes em nossa cidade e que certamente fariam toda a diferença em uma equipe de governo. Mas o importante é ocupar os cargos e funções de confiança com profissionais técnicos e capacitados, independentemente de apoios políticos, e valorizar o funcionalismo público, já que a prefeitura conta hoje com profissionais qualificados, experientes e com vasto conhecimento da máquina pública. 

 
Pedro Augusto (PL) 

Na condição de candidato, penso que esses cargos devem ser ocupados por pessoas com perfil técnico. Também é necessário reduzir substancialmente o número de secretarias e fundir algumas pastas.
 

Ricardo Paf Pax (PSB-Republicanos-PV-PTB-MDB) 

Entendemos que a escolha de nomes para a formação de uma equipe de governo deva se dar em função do mérito. É o adeus à velha política. Todo aquele que tiver perfil e competência deve ser um candidato em potencial para assumir uma pasta no governo, sendo irrelevante o fato de ter apoiado este ou aquele candidato.


Veja as respostas anteriores sobre outros temas:

O que os (as) candidatos(as) propõem para o homem do campo, principalmente o pequeno produtor.
Conheça as políticas para a juventude e inclusão social propostas pelos (as) candidatos (as)

Saiba as propostas dos(as) candidatos(as) para a educação em Leopoldina

O que  os (as) candidatos(as) propõem para recuperar espaços turísticos e de lazer
O que os (as) candidatos(as) propõem contra o abandono de áreas públicas
O que os (as) candidatos (as) propõem para a saúde em Leopoldina


O que cada candidato(a) propõe para geração de emprego e renda em Leopoldina

Qual a opinião de cada candidato(a) a prefeito(a) sobre o estacionamento rotativo


O que cada candidato(a) propõe para os animais abandonados em Leopoldina
 
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »