29/10/2020 às 09h25min - Atualizada em 29/10/2020 às 09h25min

Tratamento de esgotos vira realidade em Leopoldina

Cerca de 40% dos municípios brasileiros não têm serviço de esgotamento sanitário, de acordo com a Pesquisa Nacional de Saneamento Básico (PNSB), divulgada pelo IBGE.

Estação de Tratamento de Esgoto já construída na estrada que liga Leopoldina a Vista Alegre
Com a construção de duas ETEs (Estações de Tratamento de Esgoto), o município de Leopoldina entra no ranque das cidades brasileiras com esgotamento sanitário. Somente 60,3 % dos municípios possuem esse serviço, que consiste em um sistema completo de infraestruturas e instalações para coleta, transporte, tratamento e disposição final adequada dos esgotos sanitários, desde as ligações prediais até o seu lançamento final no meio ambiente.

“Essa é, sem sombra de dúvidas, uma das maiores realizações da nossa gestão. Fico extremamente feliz em ter conseguido trazer esse grande avanço para nossa população”, ressalta José Roberto de Oliveira, prefeito de Leopoldina.

A primeira Estação de Tratamento de Esgoto já foi construída na estrada que liga Leopoldina a Vista Alegre. Essa rede vai coletar os esgotos dos córregos Três Cruzes e Jacareacanga. Vão ser beneficiados cerca de 20 mil moradores dos bairros Bela Vista, São Cristóvão, Fortaleza, Thomé Nogueira, Cidade Alta, Solar, Jardim Bela Vista, São Sebastião, Três Cruzes, Imperador e Nova Leopoldina.

Já foram iniciadas as obras da segunda estação de nossa cidade, localizada na saída de Leopoldina para Cataguases. Ela vai tratar os esgotos do córrego Feijão Crú,, beneficiando cerca de 30 mil habitantes em vários bairros da cidade. Para a realização dessa obra, foram disponibilizados ao município 33 milhões de Reais, através de recursos do PAC 2.

No total, até o momento, foram investidos R$48.447.380,15 no saneamento básico de Leopoldina e no tratamento de esgoto sanitário de todo o município. O prazo previsto para a conclusão das obras na bacia do Feijão Crú é de 40 meses.

“Nossa cidade nunca foi tão beneficiada como está sendo agora. Essa obra é, senão a maior, uma de nossas maiores conquistas, que será lembrada para sempre por todos os leopoldinenses”, concluiu o prefeito José Roberto de Oliveira.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »