23/11/2020 às 17h03min - Atualizada em 23/11/2020 às 17h03min

Hemocentros realizam ações em homenagem ao Dia Nacional do Doador de Sangue

Segundo o Ministério da Saúde, 1,8% da população doa sangue de forma regular. Para a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), o ideal é que chegue a 2%

Marquezan Araújo/Brasil 61
A partir desta segunda-feira (23), hemocentros de todo o País se unem para fazer parte da campanha ‘Somos todos do mesmo sangue’. A iniciativa é uma homenagem ao Dia Nacional do Doador de Sangue, comemorado no dia 25 novembro.

O objetivo da ação é destacar a relevância desse gesto, principalmente durante a pandemia, já que neste período foi registrado uma redução de até 50% no número de doações em determinadas regiões.

No Rio de Janeiro, por exemplo, pela primeira vez o monumento do Cristo Redentor vai representar uma grande bolsa de sangue. A estátua será iluminada na cor vermelha progressivamente nos dias 23, 24 e 25 deste mês, sempre das 19h às 20h.

O reitor do Santuário Cristo Redentor, Padre Omar, afirma que o intuito dessa iluminação é “reconhecer a importância daqueles que já são doadores de sangue e incentivar aqueles que ainda não se tornaram doadores a darem esse passo, para que haja o constante abastecimento dos bancos de sangue.”

A ideia é que cada hemocentro desenvolva ações locais com os doadores para incentivar a participação. Segundo o Ministério da Saúde, 1,8% da população doa sangue de forma regular. Para a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), o ideal é que esse número chegue a 2%.

Posto de Coleta do HEMOMINAS de Leopoldina

Desde sua primeira coleta no dia 10 de setembro de 2015, o Posto de Coleta do HEMOMINAS de Leopoldina vem superando expectativas com uma repercussão cada vez maior na região. A boa aceitação da população tem contribuído bastante para um número cada vez maior de doadores.

A doação de sangue é um ato de amor e generosidade com o próximo. O sangue é um remédio que não conseguimos comprar em uma farmácia, não existe nenhuma substância que substitua o sangue. A única forma de consegui-lo é através da doação.

Podem doar sangue pessoas com idade entre 16 e 69 anos, em bom estado de saúde. É possível realizar online o agendamento para a doação de sangue no site da Hemominas. Para doar, é imprescindível a apresentação da carteira de identidade ou outro documento com foto. 

Vale ressaltar que os homens podem doar de dois em dois meses e as mulheres de três em três meses. Para doar sangue não precisa estar em jejum e é importante uma boa hidratação, tanto no dia da doação como no que antecede. As doações de sangue acontecem todas as quintas-feiras das 8 as 16h no Polo de Saúde Agostinho Pestana, que fica localizado no prédio em frente ao hospital de Leopoldina.

Fonte> Fundação Hemominas e Arquivo do Jornal Leopoldinense

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »