07/01/2021 às 16h04min - Atualizada em 07/01/2021 às 16h04min

Padre Wallace é empossado como pároco e cura da Catedral Diocesana de São Sebastião

A posse também foi marcada pelos momentos de leitura da nomeação; profissão de fé, que reafirma a fé e o compromisso do padre com a Igreja

Ele foi nomeado pelo bispo diocesano, dom Edson Orilo
O Povo de Deus da Igreja particular de Leopoldina acolheu com carinho o novo pastor da Paróquia Catedral de São Sebastião, o padre Wallace Andrade Teixeira, empossado na noite desta terça-feira, 05 de janeiro de 2021, em Leopoldina, Sé Episcopal da Diocese de Leopoldina.

Ele foi nomeado pelo bispo diocesano, dom Edson Orilo, cura da Catedral, além pároco dessa Igreja Mãe. Também assumiu os trabalhos na Paróquia Nossa Senhora da Piedade, no Distrito de Piacatuba, em Leopoldina (MG).

Estiveram presentes no rito de posse e celebração eucarística vários sacerdotes do clero diocesano, familiares do padre Wallace, amigos, admiradores, representantes das paróquias onde ele trabalhou, além de seus novos paroquianos. As autoridades dos Poderes Executivo e Legislativo dos municípios de Leopoldina e Dona Euzébia – terra natal do clérigo, também marcaram presença, como os senhores Manoel Franklin Rodrigues, prefeito de Dona Euzébia (MG) e Pedro Augusto Junqueira Ferraz, prefeito de Leopoldina (MG).

Dom Edson Oriolo, bispo diocesano, presidiu a celebração. Em sua homilia, destacou que a Catedral é o rosto e o retrato de uma Diocese). Falou sobre a importância da missão que o padre Wallace abraça, colaborando com o bispo para que esse templo cumpra o seu papel eminente no contexto diocesano, sendo a casa da palavra, da eucaristia, dos sacramentos, da espiritualidade, do acolhimento e do encontro.

“A você, prezado Pe. Wallace, agradeço pela disponibilidade com que deixou Laranjal para abraçar essa nova missão e ofereço um conselho de bispo, pai e amigo: não se amedronte diante das dificuldades e das profecias pessimistas. Vença a força tentadora da inércia, do nada fazer, do simples continuar sem critérios.  O senhor recebe da Igreja um campo fértil de evangelização! Escreva mais uma página na rica história de evangelização desta paróquia e desta Catedral. Lance sementes, colha frutos, multiplique o Pão. Seja e faça feliz!”, comentou.

O rito de posse foi precedido da celebração eucarística. Antes da procissão de entrada, Pe. Wallace foi acolhido na entrada da Catedral pelo bispo diocesano e pelo monsenhor Antônio José Chámel, que lhe apresentou o crucifixo a beijar. Em seguida, dom Edson persignou-se com água benta e aspergiu aos que estavam ao seu redor.

A posse também foi marcada pelos momentos de leitura da nomeação; profissão de fé, que reafirma a fé e o compromisso do padre com a Igreja; o juramento de fidelidade, declarando os bons propósitos quanto ao exercício do ministério e a renovação das promessas sacerdotais, manifestando sua disposição de cooperar com o Bispo, trabalhando em comunhão com ele e cuidando com zelo da paróquia.

Em seu discurso, padre Wallace agradeceu seus irmãos no sacerdócio e destacou a catedral como uma Igreja Mãe e acolhedora de todo o clero. Pediu a Deus que recompense sua ausência familiar, em virtude de seus trabalhos como pastor de seu rebanho. “Peço que a Virgem Maria, enquanto cuido de outras famílias, cuide da minha”, frisou.

Fez agradecimentos as autoridades presentes, aos amigos e amigas de Laranjal, onde foi padre da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, pelo carinho, cuidado e manifestação de amor. Aos seus novos paroquianos de Leopoldina e Piacatuba, deixou uma mensagem sobre o amor:

“Deus criou-nos assim, com vontade infinita de amar, porque amor vem de Deus - a identidade de Deus é o amor. Deus ama e perdoa. Chego para amá-los e termos uma boa relação fundamentada no amor de Deus. Temos um caminho para trilharmos e amar aquilo o que fazemos. Somos comunidades pequenas. O padre, sozinho, não faz nada. O Evangelho de hoje “Dai-lhes vós mesmos de comer” (Mc 6,34-44), podemos dizer que toda cena descrita por Marcos tem como pano de fundo a vida pastoral em nossas paróquias, o lugar deserto, a erva verde, as pessoas sentadas em pequenos grupos, onde o trabalho é feito por alguns e 5.000 ficam saciados. Que entre nós todos exerçam o seu trabalho e sintam-se amados, recebendo a alegria de Cristo, a comunhão, amor, ternura, generosidade de Jesus, como uma Igreja Mãe que acolhe”, comentou.

Os paroquianos da Catedral de São Sebastião, representada pelo Conselho Pastoral Paroquial (CPP) também registraram com alegria a acolhida do novo pároco. “Recebemos com muito carinho o padre Wallace. Que Deus abençoe sua missão em nossa comunidade. Desde já nos colocamos ao seu dispor para o trabalho pastoral, afinal, juntos, em Jesus Cristo, somos a Igreja. Seja bem-vindo!”.

A família do padre Wallace demonstrou-se orgulhosa quanto a sua dedicação com a Igreja. Sua irmã Lorena Andrade Teixeira, em nome de todos os familiares, descreveu:

“Quando me pego pensando sobre a vocação do meu irmão, as palavras que a resume é dedicação e entrega! E quando ele me disse que seria transferido para Catedral só foi a confirmação de tudo aquilo que eu acredito da sua doação para a igreja! Fico muito feliz em saber que a cada cidade que ele passa seu carisma e ações deixam as pessoas cada vez mais próximas de Deus. Porque nesse coração existe os sentimentos de Cristo”, comentou.

Sobre o padre Wallace Andrade Teixeira

Natural de Dona Euzébia (MG), nasceu no dia 27 de junho de 1987. É filho de Rosa Helena Andrade Teixeira (in memorian) e Camilo Teixeira Filho. Durante sua infância e adolescência participou ativamente do Coral Cantores de Deus, na Paróquia Nossa Senhora das Dores, em sua terra natal, além de atuar em grupo de jovens, na coordenação da Pastoral do Dízimo, ministério da música e equipe de liturgia.

Após participar durante dois anos dos Encontros Vocacionais da Diocese de Leopoldina, ingressou no Seminário Propedêutico Santa Rita de Cássia, em 2008, no município de Astolfo Dutra (MG); Entre os anos de 2009 e 2016 cursou filosofia e teologia no CES-JF, pelo Seminário Diocesano Nossa Senhora de Guadalupe, em Juiz de Fora (MG).

No dia 12 de dezembro de 2016 foi ordenado diácono, pela imposição das mãos de dom José Eudes Campos do Nascimento, então bispo de Leopoldina, na Catedral de São Sebastião. Durante nove meses exerceu o seu ministério diaconal na Paróquia Santo Antônio, no Distrito de Belisário, em Muriaé (MG).

Sua ordenação sacerdotal aconteceu no dia 07 de setembro de 2017, na Paróquia Nossa Senhora das Dores, em Dona Euzébia, em solenidade presidida por dom José Eudes.

Posteriormente, foi nomeado vigário paroquial na Paróquia São José, no município de Tocantins (MG), trabalhando nesta comunidade de fé entre 18 de setembro de 2017 e 17 de novembro de 2018, quando foi nomeado administrador paroquial da Paróquia Nossa Senhora da Conceição de Laranjal (MG).

O padre Wallace tem uma trajetória marcada pelo amor a Igreja e a Diocese, onde exerceu profícuos papéis, como o de membro da Forania de Cataguases na Pastoral da Juventude; Assessor da Juventude da Forania de Muriaé (2017); Assessor Diocesano do Movimento Mãe Rainha (2018); Assessor Eclesiástico da Pastoral da Juventude (2019) e, atualmente, membro da equipe de cerimoniários episcopal.

Fonte> Imprensa  Diocese de Leopoldina
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »