14/09/2014 às 08h22min - Atualizada em 14/09/2014 às 08h22min

Cataguases anuncia implantação de campus avançado do IFET

Expectativa de cursos são: eletrônica, informática, produção de áudio e vídeo, segurança do trabalho, agroecologia, gerência em saúde, meio ambiente e redes de computadores.

IFET será no Idaic Cataguases.

O Município de Cataguases acaba de conquistar um campus avançado do IFET (Instituto Federal de Educação Tecnológica) Sudeste de Minas Gerais. A iniciativa partiu do trabalho realizado pelo Secretário Municipal de Indústria e Comércio, Ângelo Andrade Cirino, com o apoio do reitor daquela instituição, Paulo Rogério Araújo Guimarães, e de dois Deputados Federais. A Prefeitura de Cataguases já está de posse de uma série de documentos contendo o projeto aprovado e ofício do MEC sinalizando positivamente o início das atividades de implantação do IFET em Cataguases.

Conforme explicou Ângelo Cirino, todo o processo foi fruto de várias semanas de trabalho. “Elaborei uma rigorosa análise sócio-econômica da cidade e da microrregião para mostrar a viabilidade e a necessidade da instalação do campus do IFET em Cataguases. O projeto pedagógico inicial foi redigido pela reitoria do IFET e essa proposta foi então aprovada pela SETEC (Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica) do MEC”, informou.

A aprovação final do projeto de instalação do IFET em Cataguases, segundo explica o Secretário,  aconteceu numa reunião com o Secretário Executivo do MEC, professor Luiz Cláudio Costa, ex-reitor da UFV (Universidade Federal de Viçosa), e com o Secretário de Educação Profissional e Tecnológica, professor Aléssio Trindade de Barros, na sede do Ministério da Educação, em Brasília, no dia 11 de junho, “mas os procedimentos internos do MEC somente agora nos permitiram divulgar a aprovação do projeto”, comemorou Ângelo Cirino.

Segundo o Secretário de Indústria e Comércio, o elemento fundamental e decisivo para a aprovação dessa demanda histórica da sociedade de Cataguases foi a elaboração deste projeto. “O preenchimento rigoroso e completo do formulário foi feito após profunda análise da economia de Cataguases e da região, incluindo a perspectiva de criação de um novo ciclo de desenvolvimento através da economia criativa, por meio do Polo do Audiovisual”, explicou, completando que entre as informações reunidas destacam-se a análise de dados de emprego, atividades econômicas, educação e indicadores sociais de quatorze municípios da microrregião de Cataguases.

“E foi a partir daí que a reitoria do IFET fez a proposta inicial do projeto pedagógico, centrada em cursos técnicos e profissionalizantes para melhorar a oferta de mão de obra para as indústrias de Cataguases e para as empresas do Polo do Audiovisual. A administração do IFET, através da unidade de Rio Pomba, já iniciou a elaboração do edital do concurso público para contratação de cerca de quarenta professores e vinte funcionários técnico-administrativos”, acrescentou o Secretário.

Ainda segundo ele, no médio prazo o campus Cataguases do IFET terá, além dos cursos técnicos, também cursos de engenharias, voltados para a base econômica de Cataguases, industrial e da economia criativa. “O projeto pedagógico contempla os seguintes cursos técnicos: eletrônica, informática, produção de áudio e vídeo, segurança do trabalho, agroecologia, gerência em saúde, meio ambiente e redes de computadores”, disse o Secretário, lembrando que o campus será instalado no antigo Idaic. Além, disso, ele anunciou que para aproximar o projeto de instalação do campus do IFET, a Secretaria de Indústria e Comércio, junto com a reitoria da instituição, irá promover audiências públicas, “para que toda a população possa se envolver com esta grande conquista de nossa cidade”, finalizou.

 

Fonte: Cristina Quirino / Secretaria de Indústria e Comércio de Cataguases

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »