18/02/2021 às 14h24min - Atualizada em 18/02/2021 às 14h24min

Vereadora Maria Inês apresenta proposta para reativação da guarda mirim

Segundo ela a reativação da guarda mirim poderá contribuir com a inclusão social de jovens de 14 a 18 anos, através da inserção no mercado de trabalho.

Desfile da guarda mirim em frente à Prefeitura Municipal (Foto arquivo Jornal Equipe)
Em reunião ordinária da Câmara Municipal de Leopoldina, realizada no dia 08 de fevereiro de 2021, foi discutida a possibilidade de recriação da guarda mirim municipal, priorizando o atendimento a jovens e adolescentes na faixa etária de 14 a 18 anos.

Maria Inês Xavier de Oliveira (PR) é autora da Indicação nº 198/2021, que sugeriu ao Poder Executivo a reativação da guarda mirim, uma associação sem fins lucrativos, que daria oportunidades aos jovens, em situação de vulnerabilidade social e econômica, de entrarem no mercado de trabalho.

Na justificativa da indicação, a vereadora destacou que as oportunidades de inserção no mercado de trabalho proporcionadas pela guarda mirim devem ser direcionadas para jovens que estudam à noite ou quem concluiu o ensino médio, com disponibilidade de trabalharem no período da manhã ou da tarde, com contratos de até 2 anos de duração.

Ao longo de décadas, esse projeto funcionou em Leopoldina e agora pode ser reativado com o objetivo de preparar jovens e adolescentes para o mercado de trabalho, além de aprimorar o seu convívio social na escola, na família e na sociedade. De acordo com a proposição, a seleção dos participantes poderá ser feita por meio de avaliação teórica, com conteúdos de Português, Redação, Matemática e Conhecimentos Gerais.

Após as discussões regimentais, a indicação foi aprovada por unanimidade e recebeu assinatura de apoio do vereador Ivan Martins Nogueira.

Fonte> Portal da Câmara Municipal de Leopoldina
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »