28/04/2021 às 17h00min - Atualizada em 28/04/2021 às 17h00min

Energisa é a primeira empresa do setor elétrico no ranking Linkedin Top Companies

Companhia é uma das 25 em que os brasileiros mais sonham em trabalhar, de acordo com a maior rede social profissional do mundo.

Comunicação Social Energisa
Sede da Energisa em Cataguases (Divulgação)
A Energisa é a primeira empresa do setor elétrico brasileiro a ocupar uma posição no Linkedin Top Companies. O ranking 2021, que está em sua quinta edição, foi divulgado pela rede social nesta quarta-feira (27). A plataforma digital reúne as 25 empresas mais desejadas pelos brasileiros para trabalhar e construir carreira, com base em dados e indicadores de atração e retenção de talentos. A Energisa ocupa a 16ª posição. A seleção é publicada pelo LinkedIn no Brasil desde 2016.
 
O LinkedIn utiliza uma abordagem orientada por dados para monitorar o comportamento dos usuários durante uma busca por uma carreira de sucesso. Essas informações são analisadas de forma anônima e as ações são divididas em quatro pilares principais: interesse na empresa, interação com os colaboradores da companhia, demanda por vaga e retenção de funcionários. O LinkedIn é a maior rede social profissional do mundo, com cerca de 740 milhões de usuários em mais de 200 países.
 
“Somos uma empresa com foco em pessoas. Essa premissa está presente em todas as unidades onde atuamos nas cinco regiões brasileiras. Estamos muito orgulhosos dessa conquista inédita, que representa os bons resultados alcançados pela gestão e comunicação estabelecidas com nossos colaboradores. Além disso, temos o objetivo de atrair os talentos mais promissores de todo o país, oferecendo a eles a oportunidade de desenvolvimento profissional em uma das líderes do setor elétrico brasileiro”, afirma Antonio Negreiros, diretor de Gente do Grupo Energisa.
 
O executivo acrescenta que, apesar dos desafios impostos pela pandemia, a empresa acelerou os processos de transformação digital para manter o engajamento entre as equipes, como também ir em busca de novos profissionais. “A inovação tecnológica proporcionou um ambiente colaborativo e integrado, além de facilitar novos processos seletivos”, completou Antonio Negreiros. No ano passado, a Energisa contratou 3.153 novos profissionais em diversas áreas e promoveu 728.773 horas de treinamento a distância para aprimorar o desempenho dos colaboradores ao longo do ano passado.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »