18/09/2014 às 09h23min - Atualizada em 18/09/2014 às 09h23min

Pimentel vai rever relação entre governo e servidores

Amália Goulart
Hoje em Dia
CAMINHADA – Candidato Fernando Pimentel cumprimenta eleitores na região central de Belo Horizonte. (MANOEL MARQUES/DIVULGAÇÃO)

Candidato do PT ao governo de Minas Gerais, Fernando Pimentel, promoverá alterações no programa estadual “Estado para Resultados”, caso eleito. A revisão valerá para o prêmio de produtividade, uma espécie de benefício financeiro pago aos servidores que atingem as metas pactuadas com os gestores. Pimentel, garantiu, no entanto, que todas as alterações serão discutidas com os servidores e que o prêmio de produtividade já acordado será pago, conforme as regras estabelecidas no governo tucano.

“Prêmio de produtividade que já foi acordado será mantido. O que estamos dispostos a discutir com servidores é a forma como é aplicado este prêmio. Como ele é calculado. Esta ideia de metas e resultados tem que ser revista”, afirmou. Segundo ele, a revisão do processo de meta será revisto porque “escuto muitas queixas de uma aplicação inadequada do conceito”. “Tomei conhecimento de metas que são impossíveis de serem alcançadas. E outras que, sendo alcançadas, prejudicam o serviço público”, justificou.

O candidato não informou quais seriam as queixas e as possíveis alterações. Disse que irá discutí-las com os servidores.

Pesquisa

Pimentel ainda disse, nessa quarta-feira (17), acreditar que o resultado da última pesquisa Ibope é resultado da campanha de “alto nível” que tem feito. Anteontem, o Instituto mostrou o petista com 43% das intenções de voto. O adversário, Pimenta da Veiga (PSDB) tem 23%. Tarcísio Delgado (PSB) aparece com 3% da preferência do eleitorado. O número de indecisos é de 17%.

“Vamos continuar trabalhando, como estamos fazendo aqui. Pedindo votos. Levando nossa proposta. Agora o importante: fazendo uma campanha propositiva, uma campanha de alto nível, mostrando projetos, propostas, jamais descendo o nível, usando de baixarias, de mentiras, de agressões como nosso adversário esta´fazendo. Vamos manter nossa postura”, afirmou.

Nessa quarta, Pimentel fez corpo-a-corpo no Centro de Belo Horizonte. Ele percorreu um dos quarteirões revitalizados quando foi prefeito da capital mineira.

“Fizemos tudo aqui em parceria com os comerciantes. Tinha uma comissão que acompanhava a obra. É um modelo importante. É possível governar o Estado, como governamos Belo Horizonte, sempre em parceria”, disse.

Nos bastidores, a campanha de Pimentel manterá a mesma estratégia. Centrará as críticas nos 12 anos de governo do PSDB, sem focar a artilharia no senador Aécio Neves ou no ex-governador Antonio Anastasia. O petista questionará os dados do governo de ambos, evitando a citação aos dois.

Dilma tem volta a Minas prevista

A presidente Dilma Rousseff (PT) deve retornar ao Estado nos próximos dias. Especula-se que ela possa ter uma agenda em São João Del-Rei, no próximo sábado. A agenda seria de candidata. São João é base eleitoral do adversário na corrida presidencial, o senador Aécio Neves (PSDB). Mas também concentra parte do eleitorado do deputado federal Reginaldo Lopes (PT), que já foi presidente estadual do partido. Aécio, por sua vez, desembarca em Minas nesta sexta-feira (19). Fará corpo a corpo em Venda Nova. No sábado, está prevista agenda em Timóteo, Coronel Fabriciano e Ipatinga, no Vale do Aço. 

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »