15/05/2021 às 11h03min - Atualizada em 15/05/2021 às 11h03min

Faleceu o médium Chico Monteiro, o Dr. Fritz de Rio Novo MG.

Ele atuou por cerca de 40 anos na espiritualidade e chegava a atender cerca de 1.500 a 2.000 pessoas por vez (normalmente um sábado por mês em Rio Novo).

Reportagem : Kadu Fontana
Chico Monteiro foi radialista e diretor da antiga Rádio Leopoldina entre as décadas de 1970 e 80 (Reprodução You Tube)
Faleceu em Juiz de Fora na madrugada deste dia 15 de maio no Hospital Maternidade Therezinha de Jesus o médium José Francisco Monteiro, conhecido como Chico Monteiro, o “Dr. Fritz” há quase 40 anos, que estava á frente da Organização Paracientífica Adolfo Fritz e que residia atualmente em Rio Novo MG (22km de São João Nepomuceno).

Ali, uma vez por mês, centenas de pessoas (algumas famosas inclusive em todo o Brasil) compareciam ao galpão-sede para serem atendidas pelo conhecido espírito, através da sua mediunidade.

A causa da morte não foi oficialmente informada, mas o médium sofria de insuficiência coronariana e outras complicações já há algum tempo. De acordo com informações de um amigo bem próximo, seu corpo será velado na Loja Maçônica em Rio Novo ainda neste sábado e o horário de sepultamento ainda não havia sido determinado.

A idade do médium também não foi confirmada mas seu amigo presumiu que ela tinha aproximadamente 70 anos.

Chico Monteiro residia de uns tempos pra cá na cidade do Rio Novo mas realizou trabalhos em outras cidades através da Fundação Paracientífica Adolfo Fritz, como Rio de Janeiro, Miraí, Teresópolis, onde fez também outros atendimentos na área da Holística. Era fitoterapeuta, trabalhava com florais, aromaterapia, coloracupuntura, relaxamento, PNL, desenvolvimento de trabalho e metas e membro da Federação da Associação Italiana de Psicoterapia.

Chico Monteiro atuou por cerca de 40 anos na espiritualidade e chegava a atender cerca de 1.500 a 2.000 pessoas por vez (normalmente um sábado por mês em Rio Novo).


Compacto gravado pelo radialista Chico Monteiro da Rádio Leopoldina ZYK-5 - Década de 70 do século XX
(Gentilmente cedido à Memória Leopoldinense por Emanuel Ferreira Braz)

 
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »