08/08/2021 às 10h13min - Atualizada em 08/08/2021 às 10h13min

Estacionamento rotativo pode ser a solução para falta de vagas no centro de Leopoldina

Durante a campanha eleitoral, o prefeito Pedro Augusto Junqueira Ferraz revelou ser favorável à sua adoção.

A maioria desses carros fica estacionada o dia inteiro (Foto: Luciano Baía Meneghite/Arquivo)
Há muitos anos, o estacionamento rotativo funcionou em Leopoldina ocupando dezenas de jovens adolescentes guardas mirins. A cobrança para estacionar era feita somente na região central da cidade e funcionou bem enquanto durou. Infelizmente, por influência corporativa, o serviço foi extinto e com o crescimento da frota de veículos registrados em Leopoldina, somados aos de outras cidades circulando todos os dias nas ruas do centro, o problema se agravou. Além do aumento de veículos, a grande concentração de comércio e serviços na região central contribui para dificultar o encontro de vagas para estacionar.
 
Depois que o serviço foi extinto em Leopoldina, várias tentativas para reativá-lo foram feitas, mas não chegaram a sair do papel. Até a possibilidade de parceria público-privada foi aventada, mas ficou só na intenção. Na última década, dois projetos de lei chegaram a ser enviados ao Poder Legislativo, mas não foram adiante. Infelizmente! 
 
Durante a pandemia que estamos vivenciando houve, durante determinado tempo, mais facilidade para se encontrar vagas para estacionar, mas isso teve um preço muito alto: o fechamento de pontos de comércio e serviços. Com a diminuição das restrições impostas por atos governamentais, percebe-se que estamos voltando a uma certa normalidade e, consequentemente, o problema ressurge e com ele volta o questionamento: o que fazer para soluciona-lo? A resposta parece simples: a adoção do estacionamento rotativo.


Automóvel estacionado em ponto de ônibus contribui para o caos no trânsito.

(Foto:Luciano Baía Meneghite/Arquivo)
 
A opinião do prefeito sobre estacionamento rotativo
 
Durante a campanha pré-eleitoral de 2020, o Jornal Leopoldinense ouviu todos os pré-candidatos a prefeito de Leopoldina, sobre alguns dos problemas de Leopoldina, entre eles o estacionamento rotativo. A pergunta formulada foi igual para todos: Qual a sua opinião sobre a implantação do estacionamento rotativo no centro da cidade?
 
Vejam o que respondeu o agora prefeito Pedro Augusto Junqueira Ferraz: Sou totalmente a favor da implantação do sistema rotativo, e vou um pouco além. Leopoldina é uma cidade desprovida de qualquer planejamento, seja ele de trânsito ou de sinalização. Uma pessoa de fora da cidade, por exemplo, tem dificuldades de estacionar em nosso município. Não há placas indicativas de localização de bairros, nem mesmo de local onde os prédios da prefeitura e do Fórum estão situados. Precisamos cuidar da cidade também neste sentido, para que as pessoas possam ter o mínimo de informações a respeito daqui” disse.

Clique e relembre outras matérias:


Estacionamento rotativo é uma exigência natural nas ruas do centro de Leopoldina

Estacionamento Rotativo pode diminuir número de veículos punidos com apreensão em Leopoldina

Startup(*) mineira desenvolve estacionamento rotativo digital

79.7% dos leitores aprovam estacionamento rotativo nas ruas do centro

Estudo do Cefet para implantação do estacionamento rotativo deve ser concluído em abril

Para 50,79% dos leitores estacionamento rotativo é prioridade no trânsito de Leopoldina

Leitores querem que parte da renda do estacionamento rotativo vá para o hospital

58,06% dos leitores são favoráveis à criação de estacionamento rotativo em Leopoldina

Estacionamento rotativo ‘Zona Azul’ em Leopoldina é aprovado com concessão de 10 anos

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »