25/10/2021 às 09h27min - Atualizada em 25/10/2021 às 09h27min

Estreia do documentário “Leopoldina Orquestra: patrimônio sonoro da cidade” será dia 13/11

Leopoldina Orquestra - Década de 60: Manoel Monteiro, Vanir Rodrigues, Moacir, Zezé, Jaime, Bianor, Maestro Beleza, Maestro Chiquinho, Antônio, Elpídio, Wagner, Ataíde, Zé Guarda e Rubens Brando. ( Fotografia gentilmente cedida por Albino Montes )
Através da Lei Aldir Blanc- edital Leopoldina foi possível produzir o documentário “Leopoldina Orquestra: patrimônio sonoro da cidade”. A estreia será no dia treze de novembro no Centro Cultural Mauro de Almeida Pereira.

A programação prevê a abertura da exposição homônima ás 10h30m e a partir das 16h sessões exclusivas para as famílias dos músicos e cantoras que integraram a Leopoldina Orquestra. No dia 14 de novembro às 18h30m faremos a primeira sessão pública.

O filme estará em cartaz as quartas feiras às 18h30m no Centro Cultural Mauro de Almeida Pereira até o dia 01 de dezembro, também será possível visitar a exposição de segunda a sexta de 9h as 11h e  de 13h às 17h. O acesso para as sessões do documentário será mediante  reserva antecipada, o espectador deverá apresentar o cartão de vacinação e utilizar máscara ao ingressar no Centro Cultural.

O objetivo principal do documentário “Leopoldina Orquestra: patrimônio sonoro da cidade” é o registro da memória da história da música em Leopoldina em meados do século XX. Capítulo que vem sendo paulatinamente apagado pelo tempo e pela carência de registros históricos. A proposta é a valorização, no tempo presente, do patrimônio histórico e cultural da cidade de Leopoldina, tendo como tema central a Leopoldina Orquestra.

O documentário mostra o diálogo entre gerações que tocaram na orquestra em suas distintas fases, e gerações que dançaram ao som da orquestra. A sociedade de Leopoldina das décadas de 40 a 60 do século XX é contextualizada.

A exposição, com mostra de objetos, partituras e fotografias, conta a trajetória da orquestra e utiliza dos objetos comuns do cotidiano da época para que as novas gerações percebam o quanto o mundo se transformou. Abordamos também os hábitos e costumes das décadas eleitas.

A primeira parte da exposição contextualiza a sociedade leopoldinense das décadas de 40 a 60 do século XX e aborda a origem da Leopoldina Orquestra, passando pelas bandas de música, o Jazz Band até a estréia da orquestra. A segunda parte da exposição retrata as três fases da Leopoldina Orquestra.

Temos como objetivo estimular a reflexão sobre nosso espaço urbano, nossas raízes musicais e os caminhos trilhados.

Será produzido um e-book, que está sendo patrocinado pela empresa arbbos _ honrando histórias
 
  
Participam do documentário como entrevistados: Athayde Ferreira Pontes, Darcy Muniz Ferreira, Edy Abrantes Pinto, Elpídio Rodrigues, Irandy Furtado, Maria José Nogueira, Maria Tereza Ienaco de Campos, Rubens Dário Lemos e Sergio Domingues França.

A equipe que realizou o documentário: Filomena Toledo( direção, produção, pesquisa e roteiro), Ricardo Oliveira(captação de áudio e de vídeo e edição), Iano Almeida(fotografia), Cristiano Fófano ( arte visual), José Vieira ( música original).

Contamos com o apoio da ACIL, UEMG, GLN (Jornal Leopoldinense), Arbbos e da Secretária de Esporte, Turismo, Lazer e Cultura de Leopoldina.

Reservas: (32)999282598

Relembre:


História da Leopoldina Orquestra vai virar documentário
                      
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »