30/10/2021 às 20h35min - Atualizada em 30/10/2021 às 20h35min

Leopoldina carece de planejamento para segurança de pedestres na mobilidade urbana

Obstáculos existem nos passeios públicos, não só no centro, mas também e principalmente nos bairros, onde as construções foram sendo feitas ao longo dos anos.

Luiz Otávio Meneghite
Pedestres desviam de carros, motos e buracos na Ribeiro Junqueira
Na manhã de sábado, 30 de outubro, assisti a uma cena chocante bem no centro da cidade de Leopoldina. Uma senhora tropeçou e caiu ao solo bem em frente ao busto do lendário Enéas Lacerda França, localizado numa das extremidades da Praça General Ozório. Imediatamente várias pessoas acorreram para socorre-la. Com esse auxílio ela se levantou e, felizmente, sem danos físicos aparentes, agradeceu a todos e foi em frente.
 
Cenas como essa acontecem todos os dias em Leopoldina devido aos inúmeros obstáculos existentes nos passeios públicos, não só no centro, mas também e principalmente nos bairros, onde as construções foram sendo feitas ao longo dos anos sem a devida fiscalização dando a impressão de que na hora de conceder o ‘habite-se’ olhavam apenas a construção em si e não olhavam como e se foram feitos os passeios de pedestres frontais às edificações.
 
Conversando com dois funcionários dos Correios, que percorrem a pé diariamente toda a cidade de Leopoldina, contei para eles a cena por mim presenciada. Eles me disseram que a situação de muitos passeios públicos, são críticas em quase toda a cidade.
 
Na conversa, dois exemplos foram mencionados: os passeios da rua João de Almeida Cruz e da rua Cipriano Pereira Baia. Em alguns pontos existem postes de energia impedindo a passagem de pedestres, em outros existem até pequenas escadas com degraus de acesso a residências. Isso em apenas duas vias públicas. Imaginem toda a cidade.

 
Talvez, a solução fosse um tipo de incentivo ao proprietário do imóvel para corrigir essas situações, tendo como bônus um desconto no seu ITPU. É um caso a pensar! Quem sabe dá certo? Você, meu caro leitor, se tem uma ideia a respeito, faça o seu comentário. Vamos encontrar a luz no fim do túnel.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »