03/11/2021 às 07h35min - Atualizada em 03/11/2021 às 07h35min

Zona rural de Leopoldina teve pontos com chuva de 400 mm a partir de outubro

Na cidade a chuva que causou estragos teve precipitação registrada em pluviômetro de 52,00 mm apenas no dia 1º de novembro.

Luiz Otávio Meneghite
Foto: Luciano Baía Meneghite
Como já informamos em várias ocasiões, a Chácara do Desengano S/A, localizada na Rua Dr. Custódio Junqueira, no centro de Leopoldina, mantém em sua sede um pluviômetro, aparelho de meteorologia usado para recolher e medir, em milímetros lineares, a quantidade de chuva precipitada durante um determinado tempo.

A pedido do Jornal Leopoldinense a empresa divulgou o índice pluviométrico do ano de 2021 registrado de 1º de janeiro a 1º de outubro de 2021 em Leopoldina, quando choveu em 61 dias. A média diária anual foi de 16,10mm e a média mensal anual foi de 89,28mm totalizando 982,10mm até o dia 1º de novembro quando em apenas um dia choveu 52mm, causando estragos em vários pontos da cidade como no bairro Imperador e em rede de esgoto sanitário com interdição de ruas como a Professor Gustavo Monteiro de Castro única via utilizada pelo transporte coletivo urbano no acesso ao Pirineus e adjacências.

O diretor da CDSA Paulo Cruz Martins Junqueira, disse ao Jornal Leopoldijnense que recebeu informações de precipitações de chuva mais volumosas na zona rural de Leopoldina de outubro até 1º de novembro e citou dois exemplos: na Fazenda Califórnia, a chuva total de outubro para cá chegou a 381mm e na Fazenda Independência passou 400mm.

Paulo fez questão de lembrar que “que o pluviômetro está instalado apenas em um local e que o município de Leopoldina tem uma área total de 943,7 km², sendo considerado um dos maiores territórios de Minas Gerais e, por isso, há situações em que em determinadas áreas chove mais do que em outras”.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »