07/03/2022 às 18h55min - Atualizada em 07/03/2022 às 18h55min

Vereador questiona falta de acompanhamento para crianças autistas nas escolas municipais

Vinícius Queijinho salientou que crianças com espectro autista precisam ser acompanhadas por profissionais especializados.

Em sessão ordinária da Câmara Municipal de Leopoldina, ocorrida no dia 21 de fevereiro de 2022, foi aprovado por unanimidade um requerimento pedindo explicações ao Poder Executivo sobre a falta de tutores e de monitores para acompanhamento dos alunos autistas na rede municipal.

Vinícius Queijinho foi o autor do Requerimento nº 10/2022 que indagou ao Poder Executivo, bem como à Secretaria Municipal de Educação, por qual motivo a rede municipal de ensino não possui profissionais especializados para atender aos alunos autistas nas creches. O parlamentar também questionou se a Secretaria Municipal de Educação possui algum planejamento para a contratação desses profissionais ou de estagiários.

O vereador justificou sua iniciativa alegando que as professoras estão ficando sobrecarregadas em virtude da falta desses profissionais. Ele salientou que, hoje em dia, há um aumento significativo de crianças que apresentam o espectro autista, o que justifica um esforço do Poder Executivo no sentido de disponibilizar um monitor nas escolas do Município.

Além da aprovação unânime, o Requerimento 10/2022 ainda recebeu assinaturas de apoio dos vereadores Elileia Santos Corrêa, Edvaldo Franquido Donato do Vale, Gilmar Pimentel, Maria Inês Xavier, Rodrigo Pimentel, Valdilúcio Malaquias e José Augusto Cabral.

Portal da Câmara Municipal de Leopoldina

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »