27/10/2014 às 21h10min - Atualizada em 27/10/2014 às 21h10min

Sul e Sudeste asseguraram vitória de Dilma

Pernambuco 247

A despeito do que pensem sobre o Nordeste, não foi a Região que deu a vitória a presidente Dilma Rousseff nas eleições presidenciais. A conta é simples e o resultado mais ainda: Aécio neves (PSD) perdeu a eleição em casa e a derrota foi alavancada pelo peso das regiões Sul e Sudeste. Juntas, estas regiões asseguraram 2 milhões de votos a mais para a petista que os obtidos no Norte e Nordeste do País. Ao todo, Dilma obteve 45% dos votos do Norte e Nordeste e, nada mais, nada menos, que 48,8% dos votos do Sudeste e do Sul do país.

Esta derrota está entre aquelas que são consideradas as mais fortes na disputa eleitoral, associada ao fato do palanque mineiro também não ter contribuído como se esperava em torno da candidatura de Aécio, foi reconhecida até mesmo pelas lideranças do PSDB. "Agimos errado lá (em Minas Gerais). Infelizmente foi isso que ocorreu. Vamos sentar para analisar", ponderou o presidente do PSDB de Minas, deputado Marcus Pestana, em entrevista à Rádio Folha.

"Já sabíamos do desempenho de Dilma no Nordeste. E esperávamos abrir entre dois a três milhões de votos em Minas. Se isso tivesse ocorrido, hoje estaríamos comemorando a vitória", completou o dirigente tucano. A abstenção em Minas também foi um fator inesperado. Nada menos que 21,17% dos mineiros deixaram de comparecer às urnas, índice ligeiramente superior à média nacional, que foi de 21,10%. Em outro estado, o do Rio de Janeiro, a situação foi parecida. Ali, Dilma venceu com 809 mil votos de vantagem e a abstenção, que chegou a 22,36%, fez a diferença mais uma vez pesar em favor da petista.

Ao todo, as regiões Norte e Nordeste deram 24,5 milhões de votos à Dilma, enquanto no Sul e no Sudeste este número chegou a 26,6 milhões. É certo que dos 15 estados onde a presidente ganhou a eleição, 13 estão no Norte e Nordeste. Já dos 12 estados onde Aécio saiu como vencedor, apenas 3 estão localizados nestas regiões.

Um detalhe, porém, chama a atenção. Dilma saiu vitoriosa em três dos cinco maiores colégios eleitorais do país, sendo que apenas um deles está localizado no Nordeste. Dilma venceu em Minas, Rio de Janeiro e Bahia. Já Aécio venceu a eleição em São Paulo e no Rio Grande do Sul.

Esta situação aponta que não foram os eleitores nordestinos – apontados por muitos e até mesmo por parte da mídia como "dependentes de benefícios sociais" ou de "desinformados" os responsáveis pela "derrota de Aécio. O que pesou realmente foi o desejo do eleitor. E este desejo foi manifestado legitimamente nas urnas.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »