28/10/2014 às 10h34min - Atualizada em 28/10/2014 às 10h34min

Obras do Memorial Chico Xavier estão bem avançadas

Espaço para receber turistas que procuram pelos lugares que o médium viveu

Daniela Maciel
Diário do Comércio
Memorial em Uberaba foi orçado em R$ 4,5 milhões. ( Prefeitura de Uberaba/Divulgação )

Projetado para preservar a memória e receber melhor os mais de 10 mil visitantes que procuram pelos lugares que o médium viveu e trabalhou a cada mês, o Memorial Chico Xavier entra na última fase de construção, em Uberaba, no Triângulo Mineiro. A obra foi orçada em R$ 4,5 milhões, sendo R$ 2,9 milhões aportados pelo Ministério do Turismo (MTur) e o restante pela prefeitura.

O espaço terá completa infraestrutura para receber os visitantes com guarita, estacionamento, conjunto de sanitários, arquibancada, sala reserva, administração, acervo, biblioteca, galeria para exposição, café social, varanda foyer, auditório com 200 lugares e espaços externos como praças, passarelas e áreas gramadas. Pelo menos 70% das obras estão concluídas.

De acordo com a diretora do Departamento de Desenvolvimento do Turismo, Jannice da Cunha Hueb Rocha, a atividade turística ainda é pouco valorizada no município. "O setor não é visto como alternativa de desenvolvimento, mas a situação vem melhorando aos poucos. Já existe a deliberação para que a pasta volte a integrar a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, facilitando o encaminhamento estratégico das nossas ações", ressalta Jannice Rocha.

O turismo religioso é um dos segmentos mais importantes do setor em Uberaba. A festa de Nossa Senhora d"Abadia (padroeira da cidade, em agosto) recebe cerca de 100 mil pessoas. Já a festa de Nossa Senhora da Medalha Milagrosa, em novembro, atrai 40 mil visitantes, segundo dados da prefeitura.

Outro segmento importante é o técnico-científico. O complexo Científico Cultural de Peirópolis abriga o Museu dos Dinossauros e um dos mais importantes sítios paleontológicos do Brasil, com registros fósseis datados de 65 milhões a 80 milhões de anos de idade. Em 1991 foi dado início à implantação do Centro Paleontológico que recebeu o nome de Llewellyn Ivor Price.

Sediado no distrito de Peirópolis, a 20 quilômetros de Uberaba, suas instalações ocupam a antiga estação ferroviária, totalmente restaurada para abrigar alojamento de pesquisadores, laboratórios, reserva técnica, administração, além do museu.

Genética - Já o Polo de Excelência em Genética Bovina, criado em 2009 pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais (Sectes) e instalado com recursos da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) na Associação Brasileira de Criadores de Zebu (ABCZ), é outro destaque do segmento.

"Somos uma cidade-universitária e temos no turismo científico uma força. São duas instituições principais: a Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) e o Instituto Federal do Triângulo Mineiro - Campus Uberaba que trazem eventos e recebem alunos de todo o Brasil que ajudam a movimentar os setores e comércio e serviços da cidade", completa a diretora.

No setor de agronegócio, a Expozebu é considerado um dos mais importantes eventos pecuários do país. A edição 80 Anos foi visitada por 240 mil pessoas, público 10,9% maior que o da edição passada.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »