29/10/2014 às 11h52min - Atualizada em 29/10/2014 às 11h52min

Campanha Nacional do combate ao AVC acontece nesta quarta

O evento contará com ações de aferição de pressão arterial(PA), glicemia capilar, cálculo de IMC e circunferência abdominal para avaliar risco para AVC.

O Serviço de Neurologia do Hospital Universitário e a Liga Acadêmica de Neurologia do Curso de Medicina da UFJF, realiza nesta quarta-feira, 29, uma campanha de prevenção para marcar o Dia Mundial do Acidente Vascular Cerebral (AVC). O evento acontecerá na Praça da Estação, com início às 9h e término previsto para às 15h e tem como objetivo difundir conhecimento e práticas que podem ajudar na prevenção da doença.

 O evento conta com ações de aferição de pressão arterial(PA), glicemia capilar, cálculo de IMC e circunferência abdominal para avaliar risco para AVC. No local também serão feitas abordagens sobre os fatores de riscos, com a distribuição de panfletos e esclarecimento de dúvidas.

De acordo com a Organização Mundial de AVC (World Stroke Organization -WSO), a doença é a principal causa de morte no Brasil e a principal causa de incapacidade no mundo. A cada cinco minutos um Brasileiro morre em decorrência do AVC, contabilizando mais de 100 mil mortes por ano.

AVC

 O acidente vascular cerebral, ou derrame cerebral, ocorre quando há um entupimento ou o rompimento dos vasos que levam sangue ao cérebro provocando a paralisia da área cerebral que ficou sem circulação sanguínea adequada. O AVC também é chamado de Acidente Vascular Encefálico (AVE).

 Sintomas:       

Diminuição ou perda súbita da força na face, braço ou perna de um lado do corpo;     

Alteração súbita da sensibilidade com sensação de formigamento na face, braço ou perna de um lado do corpo

 Perda súbita de visão num olho ou nos dois olhos            

Alteração aguda da fala, incluindo dificuldade para articular, expressar ou para compreender a linguagem  

Dor de cabeça súbita e intensa sem causa aparente Instabilidade, vertigem súbita intensa e desequilíbrio associado a náuseas ou vômitos.

 A CAMPANHA

 De acordo com o Chefe do Serviço de Neurologia do HU/UFJF, Leopoldo Pires, nessa edição, a campanha está voltada para as mulheres, devido a alta taxa de mortalidade no gênero pela doença. De acordo com dados da WSO, seis em cada 10 mortes por AVC ocorrem em mulheres. Em grande parte, devido ao AVC que ocorre na idade mais avançada. As mulheres com mais de 85 anos têm as maiores taxas da doença.

Alguns dos principais fatores de risco tendem a acontecer mais frequentemente em mulheres: hipertensão, fibrilação arterial, enxaqueca com aura visual, depressão e obesidade. Além desses existem os fatores que são específicos do gênero, como a gravidez, pré-eclâmpsia, o uso de pílulas anticoncepcionais, reposição hormonal após a menopausa, alterações hormonais e a diabetes gestacional.

Ainda na Campanha de 2014 acontecerá o lançamento dos Direitos do Pacientes com AVC, um documento elaborado pela World Stroke Organazation (WSO) em parceria com as Associações de Pacientes ao redor do Mundo, incluindo o Brasil.

Saiba Mais pelo site da Organização: http://www.world-stroke.org/

 Por Júlia Romagnoli - Bolsista de Comunicação Social da UFJF


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »