14/11/2014 às 16h43min - Atualizada em 14/11/2014 às 16h43min

Rádios que não solicitaram migração de AM para FM terão o serviço extinto no final da outorga

O prazo para o pedido de migração foi encerrado na última segunda-feira, 10/11.

As rádios que não solicitaram a migração terão o serviço extinto após o final da licença da outorga.

 Cerca de 80% das emissoras de rádio AM de todo Brasil solicitaram a migração do AM para o FM. De acordo com dados da Abert (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão), o número representa mais de 1,4 mil emissoras. O prazo para o pedido de migração foi encerrado na última segunda-feira, 10/11.

Solicitação por região:

Sul - 85% das emissoras AM solicitaram a migração,

Sudeste - 79%, 

Nordeste - 68%, 

Norte - 65%,

Centro-Oeste - 64%. 

As emissoras que prestam atualmente o serviço de OM (Ondas Médias) local (Classe C) e não solicitaram a migração terão o serviço extinto após o final da licença da outorga, que é renovada por 10 (dez) anos, sem a possibilidade de renovação. As rádios que contam com abrangência regional e que não solicitaram a migração permanecerão no dial.

Alagoas, Maranhão, Mato Grosso, Piauí, Rio Grande do Norte e toda a região Norte, exceto o estado do Pará, que ainda está em consulta pública, já tiveram os canais inseridos no plano básico de FM para as emissoras que solicitaram a migração. Está em andamento a consulta pública para o plano básico de FM nos estados da Bahia, Ceará, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Pernambuco e Sergipe.

Após a definição dos canais FM destes estados, as emissoras deverão apresentar toda a documentação exigida para a habilitação e esperar a divulgação por parte do Ministério das Comunicações do valor que será cobrado para a adaptação da outorga. Nas localidades com espectro cheio, principalmente em grandes cidades, as emissoras terão de aguardar a liberação do espaço que vai ocorrer com a digitalização da TV, quando os canais 5 e 6, hoje ocupados pela TV analógica, serão desocupados e destinados à faixa FM, faixa estendida.

 

FONTE: www.carlosferreirajf.blogspot.com


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »