29/11/2014 às 21h16min - Atualizada em 29/11/2014 às 21h16min

Movimento por impeachment de Dilma reúne só 600 e perde força

Brasil 247

A terceira manifestação pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff após a reeleição da petista reuniu, neste sábado (29), em São Paulo, cerca de 600 pessoas, de acordo com a Polícia Militar. O número representa apenas 6% do contingente de pessoas que esteve no ato anterior, em 15 de novembro.

O cantor Lobão, que abandonou a manifestação anterior, retornou ao ato deste sábado e liderou o movimento pela expulsão de um grupo que pedia intervenção militar no Brasil. 

A confusão começou quando o empresário Ricardo Roque, 44, usou um megafone para pedir a intervenção do Exército no Planalto. Com ele, um grupo de manifestantes levantava cartazes pedindo a volta dos militares. Em cima de um carro de som, o cantor Lobão disse que esse tipo de pauta não era bem vinda no protesto. "Essas pessoas aqui são tão alienígenas quanto o pessoal do MST", afirmou.

Com gritos, a maioria dos participantes do ato pediu a expulsão do grupo a favor da intervenção do Exército. A demanda foi atendida pela PM, que afastou os manifestantes.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »