03/12/2014 às 21h40min - Atualizada em 03/12/2014 às 21h40min

Valorização do médico de família é celebrada no dia da especialidade

Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade reforça sobre o crescimento da especialidade e valorização de seus profissionais no País

Comemorado em 5 de dezembro, o Dia do Médico de Família e Comunidade ressalta a importância do profissional no País. Para a Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC), a especialidade é importante pois tem sido demonstrado em todo o mundo que o fortalecimento está ligado a melhores condições de saúde da população. Atualmente está presente em todo o Brasil, no setor privado, em consultórios particulares, mas principalmente na esfera pública, através da Estratégia Saúde da Família (ESF) do Ministério da Saúde.

A Medicina de Família e Comunidade (MFC) está em um momento de ascensão importante no Brasil. “Estamos no rumo da estruturação do nosso Sistema Único de Saúde, para que se torne de fato universal e com forte orientação à atenção primária. A MFC aparece como eixo central desta reforma”, explica Thiago Trindade, presidente da sociedade.

A medicina de família qualifica os serviços de Atenção Primária à Saúde, promovendo acesso oportuno a serviços de saúde abrangentes e resolutivos, que coordenam o cuidado oferecido às pessoas dentro do sistema. Ainda para Trindade, com o olhar nas experiências internacionais de sucesso, a certeza é de que estão no caminho certo para que um dia cada brasileiro possa ter seu médico de família e comunidade de referência, assim como tem cada cidadão inglês, canadense, espanhol, holandês, norueguês, entre outros países que atingiram um grau de excelência em seus sistemas de saúde.

“Neste 5 de dezembro, é um dia para resgatar a nossa história, há 33 anos formando médicos de família no Brasil, ressaltarmos o nosso momento atual de destaque na qualificação da rede de atenção primária e de reconhecimento da importância da especialidade para o País, e projetarmos um futuro promissor para o nosso sistema de saúde com a atenção primária fortalecida através da medicina de família e comunidade, como eixo estruturante do sistema”, finaliza o médico.

O que é a Medicina de Família?

A Medicina de Família e Comunidade é uma especialidade médica assim como Cardiologia, Neurologia e Ginecologia. O médico de família e comunidade é o especialista em cuidar das pessoas, da família e da comunidade no contexto da Atenção Primária à Saúde. O MFC acompanha as pessoas ao longo da vida, independentemente do gênero, idade ou possível doença, integrando ações de promoção, prevenção e recuperação da saúde. Este profissional atua próximo aos pacientes antes mesmo do surgimento de uma doença, por isso, realiza diagnósticos precoces e os protege de intervenções excessivas ou desnecessárias. 

É um clínico e comunicador habilidoso, pois utiliza abordagem centrada na pessoa e é capaz de resolver pelo menos 85% dos problemas de saúde, manejar sintomas inespecíficos e realizar ações preventivas. É um coordenador do cuidado, trabalha em equipe e em rede, advoga em prol da saúde dos seus pacientes e da comunidade. Atualmente há no Brasil mais de 3.200 médicos com título de especialista em Medicina de Família e Comunidade.

 

Fonte: RS PRESS -Gabriela Oliveira e Ana Carolina D’Angelis


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »