08/05/2015 às 16h14min - Atualizada em 08/05/2015 às 16h14min

Escolhida a empresa que vai revitalizar calçadas da Cotegipe

Projeto prevê ainda a instalação de faixas de pedestres, rampas de acessibilidade e piso tátil de alerta e direção.

Luiz Otávio Meneghite
Com o passar dos anos o piso foi se desgastando e perdendo a uniformidade transformando-se numa ‘colcha de retalhos’

O prefeito José Roberto de Oliveira assinou autorização para que a Secretaria Municipal de Obras realizasse uma Tomada de Preços para obras de revitalização das calçadas da rua Barão de Cotegipe, que são pavimentadas com ladrilhos hidráulicos. Com o passar dos anos o piso foi se desgastando e perdendo a uniformidade transformando-se numa verdadeira ‘colcha de retalhos’.

O projeto de revitalização prevê a renovação total do piso de ladrilhos hidráulicos com implantação de faixas de pedestres, rampas de acessibilidade e a colocação de piso tátil de alerta e direção.  O piso tátil é formado por placas de borracha antiderrapantes com superfícies de relevos direcionais regularmente dispostos para orientar pessoas com deficiência visual, facilitando sua locomoção e ampliando suas condições de acesso. Serão utilizados dois tipos de placas: a direcional, com linhas longitudinais em relevo para demarcar a direção e a de alerta, formada por superfície tipo moeda para indicação da mudança de direção. A forma como são dispostas, determina a direção a ser seguida.

A abertura dos envelopes das concorrentes foi feita nesta quinta-feira, 7 de maio. Apresentaram propostas três empresas, sendo uma inabilitada por documentação incompleta. Duas foram habilitadas saindo vencedora a empresa Costa & Silva Pavimentação e Construção Ltda, de Leopoldina, que apresentou o custo de R$340.532,54. Após o cumprimento do prazo de 5 dias úteis, não havendo recurso da empresa perdedora, o prefeito homologará o resultado e determinará a lavratura do contrato. Iniciadas as obras a empresa contratada terá três meses para concluir o serviço.

Rua Barão de Cotegipe, a origem

Rua Barão de Cotegipe em foto da primeira metade do Século XX (Foto Jarbas)

Segundo registros históricos a principal via comercial de Leopoldina, foi aberta há 160 anos em 1855, um ano após a emancipação político-administrativa do município, em 27 de abril de 1854, com o nome de rua Municipal. Seu nome atual é uma homenagem ao baiano João Mauricio Wanderley, que foi Ministro da Fazenda na época do Império, quando ganhou o título honorífico de Barão de Cotegipe.

De acordo com a sua numeração predial, ela tem inicio na esquina da rua Ribeiro Junqueira, próximo à Praça General Osório e se estende por quase 500 metros  até à rua Lucas Augusto, onde fica localizado o Paço Municipal.

Coube ao então Presidente da Câmara Municipal de Leopoldina, Carlos Coimbra da Luz, na chefia do Poder Executivo entre os anos de 1923 e 1936, embelezar a rua dotando-a de iluminação, arborização, calçamento em paralelepípedos e calçadas em ladrilhos hidráulicos. Carlos Luz foi o último Presidente da Câmara de Vereadores a exercer a função de Agente Executivo Municipal e nesta condição rubricou todas as páginas do livro de posse dos prefeitos, em vigência até hoje. Consta como o primeiro a usar o título de prefeito de Leopoldina.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »