21/05/2015 às 09h36min - Atualizada em 21/05/2015 às 09h36min

Relatório confirma versão de Dilma sobre Pasadena

De acordo com o documento divulgado pelo Valor Econômico, anexo à ata de reunião do conselho o ex-diretor Nestor Cerveró omitiu informações relevantes.

Jornal do Brasil- Com Brasil 247
Jornal Valor Econômico, confirma a versão da presidente Dilma Rousseff.

Um relatório elaborado pelo comitê de auditoria da Petrobras sobre a compra da refinaria de Pasadena em 2006, e divulgado nesta quarta-feira (20) pelo jornal Valor Econômico, confirma a versão da presidente Dilma Rousseff de que o conselho de administração da estatal, que presidia na época, não foi informado sobre as cláusulas "Marlim" e "put option".

De acordo com o documento divulgado pelo Valor, anexo à ata de reunião do conselho o ex-diretor Nestor Cerveró omitiu informações relevantes em apresentações à diretoria e ao conselho, que resultaram em "substanciais perdas financeiras para a Petrobras".

>> Veja a reportagem

O conselho autorizou a compra de 50% da refinaria por US$ 360 milhões. Posteriormente, a estatal foi obrigada a ficar com 100% da unidade, antes compartilhada com a empresa belga, Astra Oil. Acabou desembolsando US$ 1,18 bilhão - cerca R$ 2,76 bilhões.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »