08/06/2015 às 18h27min - Atualizada em 08/06/2015 às 18h27min

Feriado de Corpus Christi termina com 34 mortes nas estradas de Minas Gerais

Rodovias federais registraram o maior número de óbitos, com 18 vítimas. Outras 447 pessoas ficaram feridas em acidentes entre os dias 3 e 7 de junho

Clarisse Souza - Estado de Minas
Posto da Polícia Rodoviária Fedeal de Leopoldina.

O feriado prolongado de Corpus Christi foi violento nas estradas mineiras. Segundo as polícias Rodoviária Federal e Militar Rodoviária, 34 pessoas morreram nas rodovias estaduais e federais que cortam Minas Gerais entre os dias 3 e 7 de junho. Outras 447 vítimas ficaram feridas em uma série de acidentes que tiveram como principal causa a imprudência ao volante, segundo as corporações.

Neste feriado, as rodovias federais registraram o maior número de mortes, com 18 óbitos entre quarta-feira e domingo. A maioria dos acidentes com vítima ocorreu em trechos de reta, com colisões frontais ou transversais, o que indica a possibilidade de ultrapassagem proibida.

Já nas rodovias estaduais, 16 pessoas morreram e outras 252 ficaram feridas no período, aponta o balanço divulgado pela PMRv. Segundo a corporação, houve redução de uma morte, além da diminuição de 22,38% do número de batidas e 18,45% no registro de feridos no comparativo com o mesmo período do ano passado.

Durante as operações, centenas de motoristas foram flagrados em situação irregular. Somente nas rodovias estaduais, a polícia recolheu 239 carteiras habilitação e 599 motoristas inabilitados foram autuados. Os militares fizeram 2.738 testes de bafômetro e prenderam 37 pessoas por embriaguez ao volante. Nas estradas federais, foram geradas 7.197 multas por excesso de velocidade, 83 motoristas foram autuados e outros oito presos.

Conforme a Polícia Militar Rodoviária, as principais causas presumíveis dos acidentes nas estradas estão relacionadas a falhas humanas, como falta de atenção ao volante, dirigir embriagado, velocidade incompatível, entre outras.

(Com informações de Luana Cruz)

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »