24/07/2015 às 09h15min - Atualizada em 24/07/2015 às 09h15min

Governo divulga detalhamento das 52 obras retomadas na capital e interior

Fernando Pimentel determinou a retomada imediata de 52 das mais de 700 obras paralisadas na gestão anterior. Confira os detalhes e saiba quais vão beneficiar cada região

O governador Fernando Pimentel determinou no dia 13 de julho último a retomada de 52 obras paralisadas por problemas da gestão anterior. Hospitais, escolas, cadeias, estradas que começaram a ser construídos e não seguiram adiante agora serão finalizados.

Serão investidos R$ 463,5 milhões provenientes de financiamentos e recursos próprios, beneficiando 56 municípios.  Foi criado ainda o Plano Geral de Obras, a Câmara de Coordenação de Obras e o Grupo Executivo de Obras para cadastrar e monitorar a execução dos trabalhos.

Em levantamento feito pela atual gestão foram encontradas 772 obras paralisadas. Pimentel afirma que a prioridade de seu Governo é a população: “Nós herdamos um conjunto de obras paradas e temos de dar conta delas. Obra parada é ruim para todo mundo, principalmente para o cidadão e a cidadã. E como é que resolve? Retomando a obra”, frisou o governador ao anunciar a reinício dos trabalhos em 13 de julho.

Segundo o secretário de Transportes e Obras Públicas (Setop), Murilo Valadares,  ao longo dos próximos quatro anos as obras paralisadas na gestão anterior serão finalizadas - e outras iniciadas a partir do diagnóstico traçado pelos 17 Fóruns Regionais de Governo, instância de diálogo com a população implantada na atual administração. “Estamos falando de obras que a comunidade escolhe. Com os Fóruns Regionais de Governo, saberemos o que a sociedade quer”, diz.

Hospital Regional de Juiz de Fora

Na última sexta-feira, Pimentel anunciou ainda a retomada de uma outra  importante obra: a  do Hospital Regional de Juiz de Fora, que será feita por meio de convênio, diferentemente deste pacote de 52 obras que será executado exclusivamente pelo Governo do Estado. A retomada da obra do hospital depende de análise e formalização do Termo de Cooperação Técnica com o DEOP. A previsão de conclusão é em dezembro de 2016.

Veja como ficou a distribuição das obras retomadas, por região:

Alto Paranaíba (3), Central (3), Vale do Jequitinhonha(1), Vale do Mucuri (2), Norte (5), Rio Doce (3), Sul (4), Triângulo (6), Campo das Vertentes (4), Zona da Mata (2), Centro-oeste (2), RMBH (9) e Capital (8).


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »