07/08/2015 às 09h42min - Atualizada em 07/08/2015 às 09h42min

Prefeito participa do lançamento do Minas Digital e garante participação de Leopoldina

Serão selecionados em todo o Estado, cerca de 600 startups, até o final do processo de graduação que levará aproximadamente um ano e meio.

O Secretário Miguel Corrêa e o prefeito José Roberto.

O prefeito José Roberto de Oliveira participou no dia 21 de julho, em Belo Horizonte, do lançamento pelo Governador Fernando Pimentel do Programa Minas Digital. O Programa pretende formar 100 mil jovens anualmente e concederá bolsas a interessados em criar “Startups”.

O  Secretário  Miguel Corrêa e o Governador Fernando Pimentel.

Você sabe o que é startups?

Startup significa o ato de começar algo, normalmente relacionado com companhias e empresas que estão no início de suas atividades e que buscam explorar atividades inovadoras no mercado.

Empresas startup são jovens e buscam a inovação em qualquer área ou ramo de atividade, procurando desenvolver um modelo de negócio escalável e que seja repetível.

Uma das metas desta parceria é promover o segmento de startups e transformar Minas Gerais no principal Estado brasileiro para quem deseja investir ou ampliar o negócio. Serão selecionados em todo o Estado, cerca de 600 startups, até o final do processo de graduação que levará aproximadamente um ano e meio, o que garantirá às primeiras 30 empresas do segmento, 20% do seu capital, pelo Estado.

Para o Secretário Estadual de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior(Sectes), Miguel Corrêa, a intenção é fortalecer os mineiros para que fiquem aqui.

O programa ainda prevê a criação de 17 polos regionais de inovação, um em cada território de desenvolvimento de Minas, observando as vocações regionais. Os polos contarão com Universidades Abertas Integradas (Uaitecs), parques tecnológicos, startups, instituições de ensino superior, entre outras.

Em cada polo regional será criado pelo menos um “hub de inovação”, que são espaços coordenados pelo Estado com cursos de empreendedorismo e relacionados com a área digital. Estes hubs terão parcerias com entidades privadas como Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Sebrae e Fecomércio.

“Os hubs são locais, escolas digitais, que vão concentrar a inovação no Estado inteiro. Começaremos com 20. Neles, teremos as startups, as empresas, cursos de graduação e pós-graduação”, explicou o secretário Miguel Corrêa.

Também participaram do evento, além do prefeito Dr. José Roberto, o secretário de Políticas e Informática do Ministério Ciência, Tecnologia e Inovação, Virgílio Almeida, o presidente do Conselho Administrativo do BMG, Flávio Pentagna Guimarães, o presidente da Fapemig, Evaldo Vilela, além de secretários de Estado, deputados federais e estaduais e demais prefeitos e vereadores de Minas Gerais.

Fonte: Valter Carlos Gonçalves de Matos, Secretário de Desenvolvimento de Leopoldina


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »