19/08/2015 às 08h07min - Atualizada em 19/08/2015 às 08h07min

Adolescentes mineiras vão ao Rio em busca de emprego e são estupradas

Garotas de 16 e 17 anos saíram de São João Nepomuceno, na Zona da Mata, no fim de julho e acabaram sendo mantidas em cárcere privado no Complexo do Chapadão

José Vítor Camilo - O Tempo Online

Duas adolescentes mineiras de 16 e 17 anos foram resgatadas, nesta segunda-feira (17), em uma casa onde eram mantidas em cárcere privado no Complexo do Chapadão, no bairro Costa Barros, no Rio de Janeiro. As menores saíram de São João Nepomuceno, na Zona da Mata, para procurar emprego na cidade maravilhosa. De acordo com a Polícia Militar carioca, policiais do 41º Batalhão (Irajá) receberam denúncia anônima e foram até o local na manhã de segunda-feira. Lá, eles acabaram localizando as adolescentes e prenderam um homem de 49 anos. Há informações de que elas eram mantidas em cárcere privado sob ameaças, tendo sido estupradas e até mesmo sendo obrigadas a frequentarem bailes funk na companhia do suspeito.A assessoria de imprensa da Polícia Civil do Rio de Janeiro informou que, segundo as informações da 39ª Delegacia de Polícia (Pavuna), um inquérito foi instaurado para apurar os crimes de estupro, ameaça e injúria.Além disso, a corporação já colheu depoimentos de testemunhas e das vítimas, que também foram encaminhadas para o exame de corpo de delito. O suspeito foi preso em flagrante e um mandado de prisão por estupro foi expedido pela Justiça carioca contra ele.

Crise levou menores ao Rio

Procurado pela reportagem, o Conselho Tutelar de São João Nepomuceno afirmou que está acompanhando o caso das adolescentes. Conforme o depoimento da mãe de uma das garotas, elas teriam saído da cidade no último dia 29 de julho em busca de emprego no Rio de Janeiro, uma vez que, por conta da crise econômica, a cidade que é um polo da indústria têxtil vem enfrentando um período de pouca oferta de emprego.Ainda de acordo com o órgão, as meninas estão na casa do tio de uma delas, sendo que a adolescente de 17 anos retorna para a cidade mineira ainda nesta terça-feira (18). Já a menor mais nova continuará no Rio até sexta-feira (21), quando retornará na companhia do tio. Com a volta delas para o município, o Conselho Tutelar dará início ao acompanhamento das jovens, encaminhando-as para a assistência psicológica e dando o suporte à família das garotas.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »