21/11/2015 às 10h12min - Atualizada em 21/11/2015 às 10h12min

Banco de Alimentos de Ubá recebe estagiários de Moçambique

Assessoria de Comunicação da PMU
Após o estágio será enviado um relatório de conclusão das atividades desenvolvidas à UFV, à UNILÚRIO e ao Banco de Alimentos.

O Banco de Alimentos da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social de Ubá, desde 19 de Outubro, conta com a colaboração de dois acadêmicos de Nutrição de Moçambique - África. Esta parceria foi facilitada por intermédio da Universidade Federal de Viçosa (UFV) que possui convênio com a Universidade Lúrio (UNILÚRIO) de Moçambique e elegeu o Banco de Alimentos de Ubá para exemplificar a Política de Segurança Alimentar e Nutricional no Brasil. O objetivo será capacitar os estudantes na prática da Nutrição Social por meio do estágio no Banco de Alimentos - BA. Neste período os estagiários terão contato com toda a Política de Segurança Alimentar e Nutricional de Ubá, participarão das atividades desenvolvidas pelo BA e compreenderão a finalidade do controle social no âmbito da Política, por meio das reuniões dos Conselhos de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável de Ubá - COMSEA e de Desenvolvimento Rural Sustentável – CMDRS.

Durante o estágio, os estudantes farão um estudo do perfil nutricional dos adolescentes usuários das entidades beneficiárias do BA.  O perfil nutricional será realizado por meio de avaliação antropométrica parcial, ou seja, com a medição do peso e da estatura dos adolescentes. Após este diagnóstico serão propostas atividades direcionadas à Educação Alimentar e Nutricional – EAN destes beneficiários.

 A duração do estágio será de 6 semanas, sendo finalizado em 27 de Novembro de 2015 com a entrega à UFV, à UNILÚRIO e ao BA de um relatório de conclusão descritivo das atividades desenvolvidas.

Os moçambicanos Ana Raquel Ernesto Manuel e Bélio Castro António destacaram a importância desta atividade para o entendimento da Política de Segurança Alimentar e Nutricional no Brasil a fim de traçar estratégias a serem desenvolvidas em seu País, que possui 43% das crianças menores de 5 anos em desnutrição crônica. Segundo eles, “a fome e a pobreza são os principais fatores para o quadro apresentado”. "A partir da visão prática da Nutrição Social que o estágio está proporcionando, a situação nutricional de Moçambique pode ser modificada com a implementação de ações eficientes” disseram os estagiários.

 

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »