22/11/2015 às 10h24min - Atualizada em 22/11/2015 às 10h24min

Rejeitos da barragem da Samarco chegam ao mar do litoral capixaba

Hoje em Dia
Máquinas trabalham para conter estrago da onda de lama no litoral do ES. (Prefeitura Linhares/Divulgação)

Os rejeitos da barragem da Samarco que se rompeu em Mariana, região Central de Minas, chegaram na tarde deste sábado (21) ao litoral capixaba. De acordo com informações publicadas no Facebook da prefeitura de Linhares, no Norte do Espírito Santo, a lama da mineração já tinge de marrom a foz do Rio Doce, local onde o curso d'água encontra o mar.

Por causa disso, os trabalhos de abertura da foz do rio foram intensificados na Vila de Regência neste sábado (21). Por volta das 16h, segundo informações do município, a água começou a ficar turva e a onda de lama assustou os moradores.

Em Linhares, a prefeitura reforçou a barragem do Rio Pequeno para que o abastecimento de água da cidade seja mantido. Lonas e sacos de areias foram colocados ao longo da barragem. A obra evita que a água do Rio Doce, totalmente tomada pela lama proveniente do rompimento da barragem de Fundão, da Samarco, se misture com a água do Rio Pequeno, de onde o SAAE retira e trata a água que abastece o municípío.

Por causa da lama, que seguiu o curso do Rio Doce até desaguar no mar, neste sábado (21), muitos municípios mineiros e do Espírito Santo tiveram o abastecimento comprometido. Boias foram colocadas ao longo do curso d'água para tentar amenizar o prejuízo.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »