25/11/2015 às 08h28min - Atualizada em 25/11/2015 às 08h28min

Professores da UEMG divulgam Carta ao povo mineiro

UEMG- Universidade do Estado de Minas Gerais

A sociedade mineira precisa saber que a Universidade do Estado de Minas Gerais está morrendo e o desfecho dessa história está agendado para 31 de dezembro de 2015.

Saiba o porquê:

Está anunciada a demissão em massa de mais de 348 docentes vitimados pela Lei nº 100/2007.

São professores que, há pelo menos 20 anos vêm construindo a história e a identidade da Universidade do Estado.

O STF julgou inconstitucional a Lei N° 100/2007, promulgada no governo Aécio. E agora, quem está pagando a conta? Os professores que construíram a Universidade.

O argumento da inconstitucionalidade recaiu sobre os docentes implicando na possível demissão em massa dos professores da Escola de Música, Faculdade da Educação, Escola Guignard e Escola de Design, além de outras unidades.

Os docentes vitimados pela Lei 100 atuam nessa instituição há mais de vinte anos e muitos foram submetidos a concurso, que, erroneamente, receberam o nome de processo seletivo.

Como demitir docentes que estão na Universidade contratados ininterruptamente por tanto tempo? O que é pior, sem nenhum direito trabalhista…

Estamos mobilizados em defesa da Universidade, da nossa dignidade e da permanência em nossos cargos.

Professores da UEMG

Fonte: SINDUEMG-Sindicato dos Professores da UEMG


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »