04/12/2015 às 13h23min - Atualizada em 04/12/2015 às 13h23min

Secretaria de Saúde quer contratar 3 médicos para Saúde da Família

Candidatos podem optar por trabalhar 20 ou 40 horas semanais com remunerações diferentes

Luiz Otávio Meneghite
Existem 3 vagas para médicos em Leopoldina com duas opções de jornada de trabalho
A Secretaria Municipal de Saúde publicou na edição desta sexta-feira, 6 de dezembro, do Diário Oficial dos Municípios Mineiros, edital com a abertura de inscrições para o Processo Seletivo Simplificado visando a contratação de três médicos para atender às comunidades  do Alto da Ventania, São Cristóvão e 5ª Residência dentro do Programa Estratégia de Saúde da Família.

A novidade é que agora os candidatos poderão optar por trabalhar 20 ou 40 horas semanais, porém, com os salários também diferentes. Os que optarem por trabalhar 40 horas semanais receberão  R$1.658,20 + R$1.658,20 (Adicional de extensão de jornada) + R$ 4.110,68 (gratificação por dedicação ao PSF) totalizando R$7.427,08. Os que fizerem opção por trabalhar 20 horas semanais receberão R$ 1.658,20 + R$ 2.055,34 (gratificação por dedicação ao PSF), totalizando R$3.713,54.

Um detalhe que chama a atenção no edital é que mesmo os candidatos podendo se inscrever para exercer suas atribuições com a carga horária de 20 horas semanais ou 40 horas semanais, se surgir um número maior de optantes pela jornada integral que preencham todos os requisitos para o exercício da função, estes terão prioridade para a contratação.

O candidato interessado em participar da seleção deverá comparecer na Secretaria Municipal de Saúde, localizada na Avenida Getúlio Vargas, 61, Centro, Leopoldina, MG no período de 07 de dezembro ao dia 18 de dezembro, das 07h00min às 16h00min, de segunda a sexta-feira.

Será exigida dos candidatos à seleção, para fins de inscrição, a apresentação do original e cópia dos seguintes documentos: Documento de Identidade com foto, CPF, Título de Eleitor e comprovante de quitação com a Justiça Eleitoral, Quitação com a obrigação militar (masculino), Curso de Nível Superior em Medicina, registro no Conselho de Classe e comprovante de Habilitação e Currículo.

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde e Diário Oficial dos Municípios Mineiros.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »