09/12/2015 às 08h48min - Atualizada em 09/12/2015 às 08h48min

Novos filmes produzidos no Polo Audiovisual da Zona da Mata serão exibidos em Cataguases.

Nos dias 11 e 12 de dezembro será realizada na cidade de Cataguases, em Minas Gerais, a MOSTRA POLO AUDIOVISUAL 2015, com exibição dos filmes que foram produzidos na Região nos dois últimos anos e apresentação dos novos projetos que terãoinício em 2016. O evento, que acontece no Centro Cultural Humberto Mauro, contará com a participação deartistas e produtores culturais, jornalistas, empresários, gestores municipais e autoridades da Região e do Estado.
 
Na programação: “Estive em Lisboa e lembrei de você”, de José Barahona;  “A Família Dionti”, de Alan Minas;  “Introdução à Música do Sangue”, de Luiz Carlos Lacerda; e “Dois”, de Rafael Aguiar. Todas as produções foram realizadas em diversas cidades e distritos da região, envolvendo talentos locais com diretores e artistas consagrados do Brasil e do exterior.
 
A Mostra será palco também para o anúncio dos projetos selecionados na chamada USINA CRIATIVA DE CINEMA, concurso público regional para produção de curtas-metragens. Os vencedores receberão recursos, suporte e consultorias técnicas especializadas para a produção de seus filmes.
 
Coroando esse cenário, será anunciada a parceria do POLO AUDIOVISUAL com o BH-TEC – Parque Tecnológico de Belo Horizontee o Governo de Minas Gerais, para implantação, em 2016, do Projeto MIDIAPARQUE – Usinas Digitais em Rede. Essa parceria levou à conquista, em primeiro lugar, do Edital Usinas Digitais do Ministério das Comunicações, que irá aportar R$ 4.8 milhões para estruturação de dois centros de produção audiovisual – um em Belo Horizonte e outro em Cataguases.
 
AMostra Audiovisual é uma iniciativa da Agência de Desenvolvimento do Polo Audiovisual da Zona da Mata em parceria com a Fundação Cultural Ormeo Junqueira Botelho, Instituto Fábrica do Futuro e o patrocínio da ENERGISA
 
 
 

 
PROGRAMAÇÃO:
 
DIA 11 – SEXTA-FEIRA
20h30 - Abertura Oficial
Polo Audiovisual 2016-2020
21h00 -Sessão Longa “Introdução à música do sangue” de Luiz Carlos Lacerda.
 
DIA 12 - SÁBADO
17h00 – Sessão Longa-metragem“A Família Dionti” de Alan Minas.
19h00 -Sessão Média-metragem “Dois” de Rafael Aguiar
20h30 - Apresentação do Projeto Mídiaparque
              Edital Usina Criativa de Cinema – projetos selecionados
21h00 - Sessão Longa “Estive em Lisboa e lembrei de você” de José Barahona
 
Local: Rua Coronel Vieira, 10 - Centro - Cataguases
 
Entrada Franca:
Os ingressos para todas as sessões serão entregues apenas no dia 11, sexta-feira, na portaria do Museu Energisa, de 14 às 17 horas.
 
Sinopse dos filmes:
 
O longa-metragem “Introdução à Música do Sangue”, do diretor Luiz Carlos Lacerda é inspirado em argumento do escritor mineiro Lúcio Cardoso. Gravado em Abaíba, distrito de Leopoldina, em 2014, o filme contou com a participação de um grande elenco, com destaque para Ney Latorraca, Beth Mendes e jovens profissionais da Região. Lançado em 2015, o filme estreou no 43º Festival de Cinema de Gramado, abrindo a mostra competitiva nacional.
 
Para contar a fantástica história de “A Família Dionti”, o diretor carioca Alan Minas encontrou em Minas Gerais, as belas paisagens rurais de Cataguases, Recreio, Leopoldina, Muriaé como locações. No elenco, artistas de destaque, como Antônio Edson, do Grupo Galpão, e Murilo Quirino, jovem ator de Cataguases. Gravado em 2013, com produção da Caraminhola Filmes (RJ), o filme foi lançado em 2015 no 48º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro e conquistou o prêmio de Melhor Longa na categoria Júri Popular do festival.
 
Já o filme “Estive em Lisboa e lembrei de você” é um documentário ficcional do diretor português José Barahona. Baseado no livro homônimo do escritor cataguasense Luiz Ruffato, a trama aborda as desventuras de um típico trabalhador industrial que resolve mudar de vida, partindo de Cataguases para Lisboa. A primeira parte do filme é gravada em 2013, em Cataguases, e no início de 2014, novas gravações tiveram Lisboa como cenário. A obra é uma coprodução da Refinaria Filmes (RJ), Camisa Listrada (MG) e David & Golias (Portugal) e marcou, em novembro, sua estreia na 39ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.
 
O jovem diretor cataguasense, Rafael Aguiar, escolheu para exibir na Mostra sua mais recente produção, o média-metragem“DOIS”. Cercado por uma equipe técnica e artística formada por jovens profissionais locais, o filme contou ainda com a participação especial dos atores Mauro Mendonça e Eduardo Dascar. Rodado em março de 2015, o filme teve locações em Cataguases e Abaíba, distrito de Leopoldina, estreou em outubro, no Primeiro Plano – Festival de Cinema de Juiz de Fora.
 
Beth Sanna
Assessoria de Comunicação da Fábrica do Futuro / Agência Polo Audiovisual.
bethsanna@fabricadofuturo.org.br
(32) 9971.0511
 
Site: www.poloaudiovisual.org.br
 
 
 
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »