11/01/2016 às 08h18min - Atualizada em 11/01/2016 às 08h18min

Atendimento telefônico ao cliente ganha aliado

Serviço é considerado gargalo para o crescimento e bom relacionamento com o cliente

Thaíne Belissa - Diário do Comércio
Segundo André Santos, o atendimento ao cliente por meio do telefone é um grande desafio nas empresas(Divulgação)
Gargalo para o crescimento e para o bom relacionamento com o cliente em muitas empresas, o atendimento telefônico ganha um novo conceito com o Atende Simples, ferramenta lançada no mercado pela startup paulista que leva o mesmo nome da solução. Há um ano e meio no ar, o Atende Simples já está presente em mais de mil empresas em todo o País, sendo Minas Gerais o terceiro estado em maior número de clientes. No próximo ano, a startup prepara uma ação comercial para reforçar ainda mais sua atuação no mercado mineiro.
 
De acordo com o fundador da startup, André Santos, a ferramenta começou a ser desenvolvida há três anos, quando ele e o sócio perceberam que o segmento de atendimento telefônico era um nicho de mercado. “Eu trabalho com tecnologia há 20 anos e algumas pessoas começaram a me ligar pedindo orientação sobre como montar um sistema de atendimento ao cliente. Então ajudei uma, duas, três pessoas até entender que havia uma oportunidade de negócio aí”, diz.
 
Santos explica que o atendimento ao cliente por meio do telefone é um grande desafio nas empresas. Segundo ele, são raras as pequenas empresas que gerenciam e controlam a informação nesse processo. “O atendimento telefônico é uma grande caixa-preta em muitas empresas. Ela é vista como um serviço que exige custo alto, mas tem baixa eficiência. O resultado disso são clientes mal atendidos e o gestor travando uma briga com esse canal”, afirma.
 
O empreendedor explica que grande parte das empresas utilizam  números locais para atendimento e não têm pessoas preparadas para atender ao telefone. Isso acontece porque é caro bancar um atendimento profissional. E foi com base em todos esses gargalos que Santos desenhou o Atende Simples, que traz o telefone físico para lógica da internet. “Nós não somos uma empresa de telefonia, então não instalamos linhas, mas usamos a central existente na empresa. .Disponibilizamos um número empresarial e, quando o cliente liga, enviamos a chamada para a empresa, que pode atender como se a ligação tivesse sido direta”, explica
 
A startup oferece uma série de possibilidades para qualificar esse atendimento, diminuir custo operacional, liberar maior número de profissionais para o atendimento e gerar informação que ajudam na tomada de decisão da empresa. Um exemplo é a automatização de parte do atendimento. “O Atende Simples foi adotado em uma empresa que atende clientes que solicitam geração de boleto de pagamento. Com a ferramenta, o cliente é atendido, seleciona a opção desejada, fornece seu CPF e já recebe o boleto por e-mail. Ou seja, ele sequer vai para o atendimento com o funcionário”, exemplifica.

Outro exemplo dado pelo fundador é de uma empresa que vendia videogames novos e, por meio do Atende Simples, percebeu a demanda dos clientes por videogames usados. Com base em dados colhidos no atendimento a empresa decidiu abrir um novo braço do negócio focado nesse nicho.
 
Santos afirma que a startup ainda está em fase de fechamento das metas para os próximos três anos, mas ele adianta que tem planos de reforço de sua atuação comercial. O objetivo é focar em alguns polos no País, sendo os principais São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. “Queremos fazer um trabalho mais orientado para esse polos, fortalecendo nossa presença por meio de eventos, divulgações orientadas e parcerias com empresas locais que pensam como a gente. Minas Gerais é um dos principais mercados para a startup porque tem uma demanda muito interessante, principalmente de empresas mais novas e mais ligadas à inovação na internet”, afirma.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »